Criança com diabete: o que fazer

O seu filho sentia muita sede, comia excessivamente e emagrecia, urinava bastante, sentia fraqueza nas pernas, cansaço e tinha a visão opaca. Por isso,…

O seu filho sentia muita sede, comia excessivamente e emagrecia, urinava bastante, sentia fraqueza nas pernas, cansaço e tinha a visão opaca. Por isso, você o levou ao médico. Após alguns exames, algo terrível foi constatado: o seu filho sofre de diabetes, uma doença que ataca o pâncreas, destruindo as células fabricantes de insulina. No entanto, saiba que o diabetes atualmente pode ser facilmente tratado, contanto que haja muita disciplina dos pais e da criança. Sendo assim, saiba o que fazer com criança com diabetes.

Cuide bem da alimentação do seu filho diabético. (Foto: Divulgação)

Criança com diabete: o que fazer

Se a criança é muito pequena, ainda não é possível dizer-lhe que ela possui a doença. Por isso, você terá que prevenir a diabetes, ou seja, controlar os níveis de insulina no corpo dela. Para tanto, é preciso seguir à risca a dieta recomendada pelo médico e evitar que ela coma doces, a não ser que ela apresenta hipoglicemia: taxas baixas de glicose no sangue.

Quando ela estiver maior e puder entender o que se passa, seja forte e explique-lhe exatamente o que acontece no seu corpo, dizendo-lhe que ela é uma criança normal, mas que deve se atentar à sua alimentação e aos exercícios físicos, que não podem ser muito pesados. A informação é necessária para que não acarrete problemas maiores para a saúde do seu filho. Para tanto, diga-lhe que, mesmo que sinta muita vontade, fique longe dos doces. Felizmente, hoje encontramos uma grande variedade de produtos dietéticos, que podem ser consumidos pelos diabéticos.

Ensine o seu filho a manusear o aparelho para medir o nível de glicose em seu corpo. (Foto: Divulgação)

Quanto à alimentação, faça com que todos os membros da família alimente-se como o seu filho diabético, porque se ele vir os outros comendo algo mais gostoso, sentirá vontade de comê-lo, o que fará muito mal pois ele poderá comer aquele alimento escondido e assim, prejudicar sua saúde.

Então, ensine o seu filho a manusear o monitor de glicemia e a aplicar a insulina em si mesmo quando necessário. Atualmente, não é necessário retirar muito sangue para essa verificação e o processo não é doloroso. A aplicação da insulina também é feita por uma caneta que dá apenas uma leve espetada na pele, não causando muita dor no diabético.

Atualmente, a aplicação da insulina não é um processo tão doloroso. (Foto: Divulgação)

Quais cuidados ter com filho diabético

Se o seu filho tiver irmãos não diabéticos, não o trate diferentemente dos demais, pois ele se tornará uma pessoa mimada e egoísta. Ele é igual a todos, apesar da sua doença e, portanto, deve ser tratado com os outros. Portanto, nunca aja com pena dele.

Ter um filho diabético não é nenhum bicho de 7 cabeças. No início, pode ser bastante difícil se adaptar a um novo estilo de vida, mas aos poucos, ele vai se tornando rotineiro e você e a sua família se acostumarão a ele. Afinal, você quer o melhor para o seu filho, certo?


Top