Conheça os mitos e verdades do protetor solar

Os benefícios que o protetor solar traz a pele são comprovados através de estudos. Mesmo tendo em vista suas vantagens, muitos indivíduos possuem dúvidas…

Por Editorial MDT em 07/07/2013

Os benefícios que o protetor solar traz a pele são comprovados através de estudos. Mesmo tendo em vista suas vantagens, muitos indivíduos possuem dúvidas sobre quais cuidados devem existir em relação ao uso do filtro solar. Conheça alguns mitos e verdades sobre o protetor solar.

Após cada mergulho, é importante reaplicar o protetor solar. (Foto: divulgação)

A escolha pelo fator de proteção solar é baseada na cor da pele

Verdade – Segundo especialistas, independente do tipo de pele, o filtro solar (FPS) mínimo é 30. A partir disso, a escolha do fator de proteção depende da cor de pele. Ou seja, pessoas com a pele clara e que possui tendência maior em desenvolver manchas avermelhadas pelo corpo, é recomendado o uso de uma proteção maior. Além disso, o protetor solar deve ser aplicado com uma quantidade adequada, a cada 1 hora ou com um intervalo menor, a depender da exposição solar.

Pessoas com a pele negra não precisam utilizar protetor solar

Mito – Mesmo os indivíduos com a pele negra devem utilizar protetor solar, pois também estão sujeitos a contrair câncer de pele. O número do fator de proteção a ser utilizado pelos negros dependerá do tempo de exposição à luz solar.

O protetor solar traz grandes benefícios ao indivíduo. (Foto: divulgação)

O protetor solar deve ser utilizado em todos os ambientes

Verdade – O protetor solar deve ser utilizado em todos os ambientes e diariamente. A luz solar é um dos principais fatores para o envelhecimento precoce, por colaborar com a desestruturação do colágeno. Esta é a substância responsável em manter a estrutura jovem da pele.

O protetor com fator de proteção (FPS) 60 tem o dobro de proteção do FPS 30

Mito – A diferença entre os dois protetores é muito pequena. Na verdade, a diferença de proteção entre eles equivale entre 4 a 5% a mais.

Não há como atingir o “tom bronzeado” utilizando protetor solar

Mito – Diferente do que muitas pessoas pensam, é possível atingir o “tom bronzeado”, mesmo utilizando protetor solar. A diferença será o tempo em que o objetivo será alcançado. Ou seja, um indivíduo que utiliza protetor solar, levará em torno de uma semana para alcançar o tom dourado.

O protetor solar diminui sua ação, quando em contato com a água

Verdade – Não há nenhum protetor solar que seja a prova de água. Dessa forma, o produto deve ser reaplicado a cada mergulho, ou quando houver transpiração em excesso.

É possível atingir o tom bronzeado mesmo com o uso de protetor solar. (Foto: divulgação)

O protetor solar traz grandes vantagens ao indivíduo, em especial colabora com a prevenção do câncer de pele. Após conhecer alguns mitos e verdades sobre o protetor solar e conhecer mais sobre os seus benefícios, basta torná-lo parte da rotina e estar sempre protegido.

Top