sexta-feira, 12 de agosto de 2022 - 12/08/2022 06:19:35
MundodasTribos

O nascimento do bebê é um momento muito especial para a família. A chegada do novo membro é aguardada com  muita ansiedade e expectativa.
Os pais devem, junto com o médico, escolher o parto adequado para o seu bebê. Normalmente, o tipo de parto é escolhido de acordo com a posição do feto e complicações que possam surgir. É muito importante que a gestante faça o pré natal corretamente.

Tipos de parto

1. Parto Natural
É como chamamos o parto quando não há interferência de médicos, nem medicamentos, durante o nascimento. A mãe que faz com que o bebê nasça, naturalmente. Pode ser que haja um médico presente, mas ele apenas observa o curso do nascimento sem intervenção, a não ser que ocorra alguma complicação.

2. Parto Normal (chamado parto vaginal espontâneo)
O médico acompanha o curso do nascimento e algumas vezes precisa dar uma ajuda. A mamãe pode tomar analgésicos que diminuam a dor. Pode ser usada uma substância chamada ocitocina, para acelerar o nascimento do bebê. E, algumas vezes, o médico precisa fazer um pequeno corte na região do períneo da paciente, para que não ocorra rompimento. Outras, pode ser necessário o uso de forceps para a retirada do bebê.

3. Parto Cesariana
É o parto através de uma cirurgia e, como toda cirurgia, há riscos de complicação. A paciente é anestesiada. Após o parto, existe ainda um período de recuperação, tendo que ficar alguns dias no hospital. Cerca de 46% dos partos, no Brasil, são Cesáreas.

Porém, é importante lembrar, de que esse procedimento deve ser realizado apenas em situações especiais como sofrimento fetal, desproporção do tamanho do bebê em relação à pelve (bacia óssea), posição fetal invertida ou inadequada do bebê, infecção por herpes genital, hipertensão materna mal controlada, pré-eclampsia e diabetes.

Dentre os tipos de parto esse é o de recuperação mais demorada e difícil, por ser uma cirurgia.

4. Parto na Água
Esse é um tipo de parto bem natural. A mãe é colocada em uma banheira com água na temperatura corpórea, 37ºC. A água cobre toda a barriga e genitais da gestante.

O benefício é que a água morna aumenta a circulação sanguínea, acarretando diversas reações que auxiliam no nascimento do bebê. A água relaxa, alivia a dor, ajuda na dilatação do colo uterino e diminui a pressão arterial. O bebê desliza suavemente pela água.

5. Parto de Cócoras ou Parto das Índias.
É o mesmo que o parto natural, porém, ao invés de ficar na posição deitada, a mãe fica agachada, de cócoras. Assim, a gravidade auxilia na descida do bebê.

6. Parto Leboyer
Pode ser considerado uma renovação sobre o parto. É quase um ritual, na tentativa de reduzir o trauma que o bebê sofre durante o nascimento. Estudos defendem que esse tipo de parto gera crianças mais seguras, autônomas e emocionalmente equilibradas.
No ritual  apagam-se as luzes deixando apenas a iluminação fraca necessária, faz-se silêncio, principalmente depois do nascimento. Assim que o bebê nasce, suas costas são massageadas e em alguns hospitais, o primeiro banho da criança é dado pelo pai, ao lado da mãe.

O conteúdo "Conheça os diferentes tipos de partos" foi feito por Editorial MDT e distribuído por MundodasTribos na categoria Bem Estar em . Conteúdo atualizado em .

1

Pode ser do seu interesse

Dicas para cuidar da privacidade da sua família no Facebook

Dicas para cuidar da privacidade da sua família no Facebook

6 dicas para controlar a vontade de comer doce

6 dicas para controlar a vontade de comer doce

Jantar oriental com a cara do verão 2015

Jantar oriental com a cara do verão 2015

Espelhos d’água na decoração

Espelhos d’água na decoração

Decoração de Aniversário Madagascar

Decoração de Aniversário Madagascar

Receita de mousse de milho com coco

Receita de mousse de milho com coco