Como usar a palavra \’não\’ com os cães

Ter um animalzinho de estimação é sem sombra de dúvidas muito agradável, visto que ele pode proporcionar momentos únicos de muita alegria e diversão…

Por Paulo Lima em 24/04/2012

Ter um animalzinho de estimação é sem sombra de dúvidas muito agradável, visto que ele pode proporcionar momentos únicos de muita alegria e diversão entre família.

Eduque seu melhor amigo

No entanto, a relação com nosso companheiro às vezes torna-se complicada quando movido por algum sentimento, ele começa a se comportar de maneira imprópria. Pensando nisto, preparamos dicas sobre como usar a palavra “não” com os cães, de acordo com especialistas no assunto. Confira:

Onde usar a palavra “não”

O sonho de qualquer dono é ver o seu cãozinho lhe obedecer sempre que disser a palavra “não”. Porém, muitas vezes isso pode ser uma utopia, visto que o animal pode interpretá-la da maneira como bem entender.

Use a palavra "não" somente quando a reprovação for séria

Deste modo, tenha sempre em mente que a palavra “não” serve apenas para situações de reprovação e consequentemente, das mais sérias. Quem costuma dizer “não” e “não” o tempo todo, tende a futuramente ganhar o desprezo de seu próximo. Um exemplo disto também se dá na família, com pais que são rígidos demais e dizem “não” para tudo, até mesmo em situações simples onde o silêncio é mais prudente – os filhos acabam tomando suas próprias rédeas, inerente à sua opinião.

O mesmo também acontece com o animalzinho, pois de tanto ouvir a reprovação, ela passará a ser parte do seu dia-a-dia e não ganhará uma atenção especial.

Como usar

Muitas pessoas cometem graves erros na hora de pronunciar a palavra “não”. Um exemplo disto se dá quando o cão pega algum objeto e sai correndo, de modo que o dono vai atrás dele repetindo “não, não, pare com isso”, etc. Quando o animal age desta maneira, muitas vezes ele quer atenção, ao passo que tomar esta atitude só reforçará o comportamento errado do seu melhor amigo.

Seja consciente e jamais faça o uso de atos violentos

Segundo o importante especialista em comportamento animal Alexandre Rossi (o dr. Pet) nunca devemos ensinar qualquer animal à base da violência, visto que além de cometer um ato extremamente maldoso, isso afetará muito em seu psicológico. O cão jamais deve associar o “não” com uma surra ou com você cedendo a ele atenção pelo mau comportamento.

Por este motivo, é importante empregar a palavra por um breve instante, antes mesmo que ação equivocada seja cometida.

Ensinando seu cão

Um modo eficiente de ensinar o cachorro a entender o significado da palavra é através do treinamento: disponha no chão algum item de consumo e antes do animal pegá-lo, diga “não” de uma maneira breve e eficiente. Caso ele pare para prestar atenção em você, recompense-o com petiscos e muito carinho.

Se as tentativas forem sem sucesso, isso significa que mais poder deve ser empregado à palavra. Por isso, acompanhe o “não” com estalos de biribas ou um chacoalho de uma lata com moedas em um barulho alto e estridente – isso certamente atrairá a atenção do cãozinho.

Por fim, tenha sempre em mente que um animal não é capaz de raciocinar como os seres humanos – eles possuem instintos e agem somente por eles mas sem nenhum discernimento, visto que isso é uma virtude exclusiva do homem. Deste modo, tenha paciência e amor ao seu melhor amigo, entendendo suas limitações e trabalhando sobre elas de maneira sábia e eficaz.

Top