Como usar a casa ou o carro para conseguir empréstimo

Como usar a casa ou o carro para conseguir empréstimo

Quando as finanças pessoais saem do controle, a pessoa acaba fazendo dívidas e entrando no vermelho. Para resolver as pendências e não ficar com…

Por Isabella Moretti em 01/09/2013

Quando as finanças pessoais saem do controle, a pessoa acaba fazendo dívidas e entrando no vermelho. Para resolver as pendências e não ficar com o nome sujo, ela deve procurar uma forma de fazer empréstimo com juros menores do que os da própria dívida.

O empréstimo por hipoteca tem taxas de juros mais baixas. (Foto:Divulgação)

Conseguir um empréstimo pode até ser fácil, mas as tarifas cobradas sobre o valor são altíssimas. Para fugir desse problema, há quem use a própria casa ou carro como garantia e consegue emprestar dinheiro com taxas bem abaixo da média do mercado.

Hipotecar para conseguir empréstimo

O sistema de refinanciamento para conseguir crédito pessoal está ganhando muitos adeptos no Brasil. A modalidade, também conhecida como hipoteca, ainda é pouco divulgada pelos bancos, mas pode ser uma alternativa interessante para quem está endividado.

As taxas de refinanciamento são bem mais atraentes do que as outras modalidades de crédito. Para hipotecar o imóvel, por exemplo, os juros são de 1,05% ao mês + correção pelo IGP-M. Para o carro, o mesmo valor é 1,90% + correção pelo IGP-M para veículos.

Para se ter uma ideia da economia gerada pelo refinanciamento, os juros cobrados pelo cartão de crédito, cheque especial e empréstimo pessoal em financeira são respectivamente de 9,4%, 7,7% e 6,9%. Até mesmo o empréstimo nos bancos, considerado o mais acessível, tem uma taxa de 3,0% ao mês.

Refinanciamento do imóvel

Normalmente é liberado 50% do valor do imóvel para o empréstimo. (Foto:Divulgação)

Os bancos que trabalham com refinanciamento de imóvel atendem clientes de alta renda ou que estão tentando obter recursos para pagar um empréstimo cedido pela própria instituição. Normalmente é liberado 50% do valor do imóvel. Desta forma, o proprietário de uma casa de 200 mil reais consegue emprestar 100 mil.

As parcelas do refinanciamento do imóvel não podem ultrapassar 30% da renda bruta do tomador. Se houver outras dívidas no nome do cliente, o percentual cai. Os prazos para a quitação da hipoteca varam de 1 a 30 anos. Quanto mais tempo demorar, mais taxas de juros serão pagas.

Refinanciamento do carro

Carros com mais de 10 anos não são refinanciados. (Foto:Divulgação)

O refinanciamento do carro é a opção perfeita para quem precisa de um empréstimo de R$ 10 mil a R$ 30 mil. O operação é bem semelhante à hipoteca do imóvel, exceto que o prazo máximo de pagamento é de 5 anos e a liberação dos recursos não é tão demorada. Vale lembrar que os bancos não costumam refinanciar carros com mais de 10 anos de uso.

A vantagem de hipotecar o carro é que algumas instituições financeiras liberam um empréstimo de até 90% do valor do bem dado como garantia.

Top