Como se preparar para ser diplomata

O Instituto Rio Branco (IRBr) anunciou vagas de emprego para diplomata 2013. São ao todo 30 oportunidades, que serão disputadas pelos candidatos através de…

O Instituto Rio Branco (IRBr) anunciou vagas de emprego para diplomata 2013. São ao todo 30 oportunidades, que serão disputadas pelos candidatos através de um concurso organizado pela Cespe/UnB. Quem conseguir se tornar um diplomata, receberá um salário de R$ 13.623,19.

O Instituto Rio Branco está com vagas abertas para diplomatas. (Foto:Divulgação)

Em 2012, o Instituto Rio Branco também abriu 30 vagas para diplomatas, que despertou o interesse de 9.046 candidatos (concorrência de 301,5 por vaga).

Dicas para se tornar um diplomata

Confira a seguir como se tornar um diplomata:

• É importante ter disciplina e capacidade de organizar os estudos;

• Ao estudar, vale a pena procurar interligar as matérias e cruzar as informações;

• Alguns tipos de graduação aumentam as chances do indivíduo conseguir a vaga de diplomata, como Direito, Relações Internacionais, Comunicação Social e Jornalismo;

Para se tornar diplomata, é importante se empenhar na jornada de estudos. (Foto:Divulgação)

• É fundamental se empenhar em uma maratona de estudos para ser aprovado no concurso público para diplomata;

• O candidato deve ser, de preferência, fluente em inglês. Também é importante saber outras línguas, como espanhol e francês;

• A primeira fase do concurso público para diplomata é uma prova objetiva, composta por 65 questões. A avaliação exige conhecimentos sobre História do Brasil, História Mundial, Língua Portuguesa, Geografia, Política Internacional, Economia e Direito;

• A segunda fase cobra questões discursivas de português e literatura;

• A terceira fase é a mais extensa, pois é composta por provas discursivas e requer boas redações;

• Para treinar, o aspirante a diplomata pode resolver provas anteriores e exercícios simulados.

A profissão de diplomata

O diplomata é responsável por tratar da diplomacia entre os países, informando, negociando e representando. Ele acompanha as negociações internacionais e conduz as relações exteriores.

Leia Também:  Mestrado em turismo

Para ser um bom diplomata, algumas características são fundamentais, como disciplina, habilidade para lidar com pessoas, persuasão, raciocínio rápido, facilidade para expor situações, carisma e capacidade de organização.

O diplomata representa o Brasil em outros países. (Foto:Divulgação)

O diplomata pode desempenhar diferentes atividades no cenário internacional. Ele executa as diretrizes de política externa, colhe informações, representa o governo em negociações internacionais, promove produtos e serviços brasileiros no exterior, participa de reuniões, entre outras funções.

Devido a maior inserção do Brasil no cenário mundial, o mercado de trabalho tem ampliado as oportunidades para o diplomata. No entanto, para conseguir se dar bem na carreira, é preciso superar a grande concorrência no processo seletivo.

Top