Como fazer bons trabalhos escolares

Os trabalhos escolares são recursos de extrema importância durante o aprendizado, tanto de crianças como de jovens ou adultos. Tendo como base este fator,…

Por Paulo Lima em 05/03/2012

Os trabalhos escolares são recursos de extrema importância durante o aprendizado, tanto de crianças como de jovens ou adultos. Tendo como base este fator, é percebida a relevância que devemos dar a esse tipo de tarefa, visto que tudo ali contido ficará para sempre em nossa mente e coração.

Siga algumas dicas para fazer um trabalho nota 10:

Deixe a preguiça de lado

Muitos estudantes realizam os seus trabalhos visando notas para passar em matérias específicas, livrar-se da pressão do colégio, elogios do professor, etc. Essa limitação física e mental produz sérios desenganos posteriormente durante a vida prática. Portanto, treine desde já sua capacidade ativa de ser um buscador do conhecimento. Muitas maravilhas na arte, matemática, história, filosofia, ciência, etc., estão lhe aguardando para que você conheça e entenda cada vez mais o mundo e o contexto em que vive.

A preguiça é um fator que além de atrapalhar no desenvolvimento do raciocínio, faz qualquer pessoa perder muito tempo de seu dia.

Pesquise

Inicie fazendo uma busca sincera e interessada no tema proposto. Lembre-se que todas as coisas são do modo que você as vê – se achar que algo é desagradável, assim isso se tornará. Tudo para nós é apenas a concepção que criamos na mente sobre aquilo. Portanto, aprenda a gostar dos estudos pesquisando a fundo e inteirando-se no assunto!

A internet é uma ferramenta prática que garante boas orientações na hora de fazer um trabalho.

Clareza

Após realizar uma pesquisa séria sobre o tema a ser tratado, procure se expressar com clareza e objetividade, destacando os pontos de suma importância da pesquisa realizada. Por exemplo, se o assunto é a Revolução Francesa, busque ressaltar primeiro as razões que levaram o evento ocorrer e o objetivo do mesmo. Descorra então sobre o processo, seguindo uma ordem cronológica de fatos para uma melhor compreensão. O mesmo serve para trabalhos na área de exatas: não use as folhas do trabalho como rascunho e sim transcreva o passo-a-passo dos cálculos em ordem para que a compreensão do tema seja avaliado.

Clareza é fundamental para a compreensão do aluno sobre seu trabalho e também do professor na hora de avaliar.

Após realizado, faça uma capa com um título personalizado, de acordo com o tema proposto. Guarde-o bem em uma pasta ou saco plástico para que não suje ou crie as famosas “orelhas” nas extremidades. Todas estas dicas combinadas com uma boa administração do tempo, organização, limpeza, capricho e seriedade garantem um trabalho perfeito e estruturado, cujo aprendizado obtido ficará para sempre guardado na memória.

Top