Como lidar com pontas duplas

Se você começou a notar que seus cabelos andam meio elétricos, ressecados e com um aspecto “espiguento”, é bem provável que, se procurar, irá…

Se você começou a notar que seus cabelos andam meio elétricos, ressecados e com um aspecto “espiguento”, é bem provável que, se procurar, irá encontrar neles as temidas pontas duplas. Elas se caracterizam por partir a estrutura do fio em dois. Muitas vezes, porém, a situação está tão ruim, que aparecem pontas triplas. A causa principal disso são os cuidados insuficientes. Diversos fatores favorecem o surgimento do problema. Se ele já se instalou, veja como lidar com pontas duplas.

As pontas duplas são um terror para as mulheres (Foto: Divulgação)

O que são pontas duplas?

Embora esse assunto já seja bastante conhecido pelo público feminino, nunca é demais saber por que as pontas duplas aparecem. A partir da consciência disso, é possível preveni-las (o que continua sendo o melhor a fazer). Dentre as partes que compõem os fios, as pontas são as mais antigas. Para chegarem onde estão, tanto em cabelos longos quanto curtos, elas já passaram por muitas intempéries. Sofreram com o sol, com o efeito de produtos químicos (como o cloro), com o vento, com a poeira, com alisamentos ou com cosméticos inadequados. A queratina, que é a substância mais importante na composição dos fios, passa a ficar escassa. A estrutura do cabelo, então, não suporta tudo isso, partindo-se e expondo a sua camada interna. Surgem, então, as pontas duplas, que dão uma aparência terrível às madeixas.

A melhor saída ainda é evitar as pontas duplas (Foto: Divulgação)

Como tratar pontas duplas

A melhor saída, sempre, é evitar as pontas duplas. Porém, quando o problema já está instalado, é preciso tratá-lo. Se o estado dos fios está realmente deplorável, não há solução melhor do que a tesoura. É ideal eliminar as pontas prejudicadas, cortando alguns dedos dos fios e recomeçando, do zero, os cuidados frequentes. Investindo em hidratações constantes, proteção térmica e no uso de produtos adequados, as pontas duplas podem ser evitadas.

Quando o problema é muito sério, é melhor cortar os cabelos (Foto: Divulgação)

Mas também é possível lidar com as pontas duplas, sem cortar os cabelos. Isso pode ser feito, caso os cabelos ainda não estejam muito danificados. Existem, por exemplo, produtos que prometem colar pontas duplas. Como eles juntam as partes separadas, o fio fica um pouco mais macio e brilhante. O fluido de silicone também é uma forma de lidar com o problema; porém, ele cola levemente as pontas, apenas disfarçando-as. Com o passar do tempo, o cabelo fica carregado e deve-se usar um xampu antirresíduos para limpá-lo (o que pode ressecá-lo). Enquanto se pode mascarar o problema, deve-se fazê-lo com os produtos modernos do mercado. No entanto, se as pontas duplas evoluírem, então é melhor cortar os fios e preveni-las.

Leia Também:  Uma taça de vinho por dia ajuda a proteger os ossos

Top