Como lidar com mentirosos

Os mentirosos compulsivos ou mitômanos estão sempre presentes em nosso convívio. O nome dessa doença deriva de mitomania, problema no qual as pessoas não…

Por Editorial MDT em 24/04/2012

Mentir constantemente pode ser uma doença.

Os mentirosos compulsivos ou mitômanos estão sempre presentes em nosso convívio. O nome dessa doença deriva de mitomania, problema no qual as pessoas não conseguem ter relações com outras sem dizer coisas que na verdade nunca aconteceram de fato. Trata-se de um distúrbio onde o ato de inventar as coisas se torna um vício e a pessoa começa a mentir, perdendo a noção da intensidade da mentira. Algumas passam realmente a acreditar nas lorotas contadas, convencendo a si mesmas de que são verdades. Para os outros, é difícil saber quando o mentiroso está em ação e principalmente como lidar com o problema.

Mentira é doença

Algumas pessoas podem não levar a sério os mentirosos, mais se trata de uma doença muito perigosa. As mentiras prejudicam não só a vida da pessoa que está mentindo, mas também das pessoas que convivem com ela. Existem vários tipos de mentirosos que mentem compulsivamente, por vários motivos e razões diferentes. Alguns para fugir de uma realidade, traumas do passado ou simplesmente porque não querem encarar o mundo real.

O problema está quando o mentiroso deseja ser o dono da verdade, aumentando mais ainda a história com dados falsos. Normalmente usam essa tática para tirar vantagem de alguma situação ou até mesmo para se mostrar superior a outras pessoas. Esses tipos de mentirosos são os mais perigosos.

Mantenha-se longe dos mentirosos no trabalho.

Características de um mentiroso: Aprenda a lidar com eles

  1. Manipuladores: mentem com frequência e não possuem escrúpulos morais, por isso não sentem culpa;
  2. Bons “Atores da mentira”: sabem atuar com facilidade e são confiantes na mentira, capazes de fingir muito bem;
  3. Expressam-se muito bem: pessoas expressivas geralmente são benquistas. Por isso causam impressão de honestidade e conseguem atrair as pessoas com mais facilidade;
  4. Possuem boa aparência: as pessoas bonitas tendem a ser mais queridas e vistas como honesto o que ajudam a enganar outros;
  5. Confia na própria mentira: bons mentirosos geralmente sentem menos medo, dessa forma são confiantes em relação a sua habilidade de mentir;
  6. Conseguem esconder as emoções: quando estão mentindo em situações mais arriscadas, conseguem esconder a insegurança e o medo de serem descobertos. É necessário ser muito habilidoso para descobrir a farsa;
  7. Bem preparados: os mentirosos planejam tudo com antecedência. Isso inclui o que vão fazer, dizer ou que fazer diante das contradições;
  8. Reis do improviso: mesmo estando despreparados, eles estão sempre prontos para o improviso e fazem isso com muita facilidade;
  9.  Afirmam coisas que são impossíveis de serem verificadas: por alguns motivos óbvios, costumam fazer afirmações sobre alguns fatos que são impossíveis de serem provados. Além de inventarem histórias mirabolantes;
  10.  Imitam pessoas honestas: esses mentirosos procuram sempre imitar pessoas que sempre dizem a verdade, para tentar esconder a imagem de mentirosos.

Um tratamento psicológico pode ajudar.

Para lidar com esse tipo de pessoa o mais indicado é aprender as características que eles apresentam. Dessa forma, fica mais difícil se envolver em uma das muitas histórias mirabolantes que são criadas por eles. Se o problema estiver em algum membro da família, o ideal é aconselha-lo a realizar terapia psicológica na tentativa de amenizar o problema. Já se for um companheiro de trabalho, procure evitar o contato, principalmente em relação a assuntos não profissionais.

Top