Como escolher o médico que vai acompanhar a gravidez

O obstetra é mais que um médico, ele não só acompanha e trata a gestante como também orienta e tira as dúvidas sobre a…

O obstetra é mais que um médico, ele não só acompanha e trata a gestante como também orienta e tira as dúvidas sobre a gravidez. Por isso, é indispensável escolher um bom profissional para auxiliar nesse momento tão importante.  Veja como escolher o médico que vai acompanhar a gravidez.

O médico deve ser capacitado para acompanhar a gestante. (Foto: divulgação)

Obstetra e gestação

Existem mais de 30 mil obstetras no Brasil. Porém, escolher um não é tão fácil quanto parece. É necessário levar em consideração que a gestação é uma experiência única na vida do casal, que a saúde da mãe e do bebê dependem dele e que um erro pode trazer grandes consequências.

Normalmente, quem procura um obstetra é a gestante de primeira viagem e que não tem um ginecologista fixo. Em outros casos, ela tem ginecologista, mais ele não atua como obstetra. Existem também os pacientes que querem outro médico porque o anterior não correspondeu às suas necessidades. Independente do motivo, o principal objetivo é encorajar o profissional que reúna o maior número de qualidades essenciais para atender a futura mamãe.

É importante que o médico passe confiança para a gestante. (Foto: divulgação)

Veja também 10 dicas para ter uma gravidez saudável 

Como escolher o médico que vai acompanhar a gravidez

1. Siga as indicações: amigas, primas ou irmãs que já tiveram filhos são as melhores fontes para indicar o médico. A melhor vantagem de procurar alguém próximo a você é que todos possuem pensamentos semelhantes;

2. Sinta-se a vontade com ele: é preciso se convencer de que seu obstetra é um profissional capacitado para orienta-la na gravidez. Sendo assim, ele deve passar confiança, empatia e você deve se sentir acolhida por ele;

Continuar Lendo  Ir ao dentista é necessário?

3. Homem ou mulher: pode ser qualquer um dos dois, desde que você se sinta bem;

4. Conheça a equipe: todo obstetra tem uma equipe que acompanha as pacientes até o momento do parto. Peça para conhecer os demais integrantes para saber quem irá estar ao seu lado no dia do nascimento;

5. Atendimento 24 horas: as intercorrências fazem parte da vida da gestante. Por isso, a comunicação entre você o obstetra deve ser aberta. Confirme se ele estará disponível para atendê-la a todos os momentos;

6. Concordam em tudo: a gestante e o médico devem estar em comum acordo sobre o parto. Isso é necessário para não haver desentendimentos ao longo da gestação e no momento do nascimento;

7. Esclareça todas as situações: se aparecerem dúvidas em relação aos procedimentos do seu obstetra, fale com ele sobre isso. Não deixe as perguntas sem respostas. Muitas vezes você fica com uma impressão errada de algo e desisti de ir ao médico por isso.

Durante toda a gestação o médico deve ter uma boa relação com a gestante. (Foto: divulgação)

Veja também ginecologia e obstetrícia 

O médico obstetra que irá acompanhar a gestação deve ser capacitado e de confiança para que a mulher se sinta a vontade durante as consultas. Por isso, na hora de escolher o médico que irá acompanhar sua gravidez, procure referências sobre o mesmo, para evitar transtornos durante a gestação.

Top