Como diferenciar a depressão da tristeza

Muitas vezes as pessoas confundem depressão com tristeza. Porém, apesar de apresentarem algumas semelhanças, elas não são sinônimas. Conheça um pouco mais sobre como…

Por Editorial MDT em 20/04/2012

Muitas pesoas confundem depressão com tristeza.

Muitas vezes as pessoas confundem depressão com tristeza. Porém, apesar de apresentarem algumas semelhanças, elas não são sinônimas. Conheça um pouco mais sobre como diferenciar a tristeza da depressão.

☰ CONTEÚDO

É apenas tristeza

Em geral, a tristeza é um sentimento momentâneo e que, por alguns é considerado saudável. Ela ajuda na elaboração e aceitação de perdas ou sofrimentos ocasionais. A maioria das pessoas, após passarem por situações difíceis, como por exemplo, a perda de um ente querido, atravessa uma fase de sofrimento e angústia. Esse período pode cessar em poucos dias, ou prolongar por um tempo específico, em torno de 2 meses.

Em geral, esse sentimento, com o passar do tempo, vai se atenuando e o ritmo da vida, vai voltando ao normal. Por outro lado, se a tristeza não passa e, associados a ela começam a surgir sentimentos de apatia, indiferença, desesperança, falta de perspectiva ou prazer pela vida, isso pode ser sinal de que a depressão está surgindo. Nesse caso, como ela é um problema mais grave, é necessário procurar um atendimento médico especializado o mais rápido possível.

A falta de apetite pode ser um das manifestações da depressão.

Depressão X tristeza

Diferente do que muita gente pensa, a depressão não é um estado de desânimo profundo, preguiça, estresse ou mau humor. Ela é um evento psiquiátrico e é uma doença que necessita de tratamento. A depressão encontra-se classificada no grupo das Doenças Afetivas. Essas são patologias que possuem evolução cíclica, ou seja, que se alternam com períodos depressivos e fases de alegria. A pessoa passa a se isolar e perder o interessante pelo convívio social. Associado a isso, podem ficar mau humorados e insatisfeitos com a vida.

Aprenda a reconhecer a depressão

As pessoas que são depressivas, em geral, percebem que não estão bem, porém não aceitam o diagnóstico. É comum essas pessoas apresentarem as seguintes manifestações clínicas:

  • Humor depressivo;
  • Irritabilidade;
  • Desânimo;
  • Cansaço mental;
  • Dificuldade de concentração;
  • Incapacidade de sentir alegria e prazer nas atividades diárias;
  • Tendência de isolamento tanto social, quanto familiar;
  • Apatia;
  • Desinteresse;
  • Falta de motivação;
  • Falta de vontade;
  • Indecisão;
  • Sentimentos de medo, insegurança, desespero, vazio;
  • Pessimismo;
  • Sentimento de culpa;
  • Baixa auto-estima;
  • Ideias de morte;
  • Redução da libido;
  • Alterações do apetite;
  • Aumento do sono.

A depressão necessita de acompanhamento especializado.

Muitas pessoas já se sentiram tristes pelo menos uma vez na vida. As causas que levam a sua manifestação são várias e sua gravidade, dependerá de cada indivíduo. Em alguns casos, as pessoas não conseguem lidar com a tristeza e acabam se tornando depressivas. Ela é uma patologia mais grave que a anterior necessitando de um acompanhamento médico especializado, além de uso de medicamentos. Por isso, diante de alguém que se enquadre nas manifestações de depressão, o ideal é buscar um diagnóstico adequado e iniciar seu tratamento.

Top