Começa nessa sexta-feira o Feirão da Caixa em São Paulo

O Centro de Exposições Imigrantes em São Paulo, recebe a partir das 10 h de hoje (18), o público para o Feirão da Caixa…

O Feirão da Caixa da Casa Própria começa nessa sexta-feira em São Paulo (Foto: Divulgação)

O Centro de Exposições Imigrantes em São Paulo, recebe a partir das 10 h de hoje (18), o público para o Feirão da Caixa da Casa Própria. Até o dia 20 de maio, domingo, serão oferecidos 218 mil imóveis com taxas reduzidas para o crédito imobiliário. Na edição de 2011, foram 195 mil. Porém, o número de imóveis novos oferecidos diminuiu com relação aos anos anteriores. Isso porque houve baixa nos lançamentos residenciais na capital paulista e na Grande São Paulo.

No total, estarão à disposição dos consumidores 24,5 mil unidades novas, entre prontas e na planta. Já no ano passado, foram 47,5 mil. De acordo com a Caixa, o imóvel mais barato do 8° Feirão da Casa Própria custa R$ 89 mil, e o mais caro, R$ 2,96 milhões. Outros 193 mil imóveis à venda são usados.

Leia também: Dicas para aproveitar o Feirão da Caixa da Casa Própria

Feirão da Caixa pode ser a grande oportunidade de conseguir um bom financiamento (Foto: Divulgação)

O evento contará com 95 construtoras e 137 imobiliárias que mostrarão para os futuros compradores os seus produtos. A Caixa Econômica Federal, organizadora do mutirão de compra e venda de casas e apartamento, disse que terá mais de 550 especialistas em habitação disponíveis para prestar atendimento no local. Eles auxiliarão a tirar dúvidas sobre linhas de crédito, fazer simulação do valor de financiamento e aprovação dos créditos, dentre outros serviços. Para sair do evento com o contrato firmado com a construtora ou proprietário do imóvel usado, é preciso levar documento de identidade, CPF e comprovante de renda.

Continuar Lendo  Máscara Guy Fawkes V de Vingança: o que significa

A Caixa Econômica Federal acredita que cerca de 60 mil pessoas visitem o Feirão da Casa Própria durante os três dias. O volume total de vendas deve passar os R$ 2 bilhões do ano passado (levando em conta contratos assinados no local e encaminhados), com o favorecimento da redução das taxas de juros ao cliente nas linhas de financiamento da instituição. Haverá subsídio do Governo do Estado de São Paulo para a compra de imóveis por servidores estaduais com renda de até R$ 3.100 por mês.

Top