Clima frio agrava em 20% a apneia do sono dos brasileiros

A apneia tem atrapalhado o sono de muitos brasileiros, causando pausas na respiração do indivíduo enquanto dorme. O distúrbio é mais frequente em homens…

O distúrbio está relacionado a vários problemas de saúde e se intensifica no inverno. (Foto:Divulgação)

A apneia tem atrapalhado o sono de muitos brasileiros, causando pausas na respiração do indivíduo enquanto dorme. O distúrbio é mais frequente em homens acima do peso e com idade mais avançada. Entretanto, todas as pessoas estão arriscadas a desenvolver um quadro de apneia.

Há outros fatores que podem intensificar a apneia, como dormir de bruços, sofrer com problemas nas vias aéreas e tabagismo.

Alguns estudos já demonstraram que o distúrbio do sono está associado a outros problemas de saúde, como diabetes, pressão alta, ataque cardíaco, derrame, depressão e até mesmo câncer. Recentemente uma pesquisa descobriu que a apneia se torna mais grave durante o inverno.

Saiba mais: O Que é Apnéia Obstrutiva do Sono?

As baixas temperaturas exercem influência nos casos de apneia

Os casos de apneia são mais frequentes e intensos nos dias frios (Foto: Divulgação)

De acordo com uma pesquisa desenvolvida pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, a apneia do sono se torna mais grave durante os meses de inverno. Os resultados deste estudo brasileiro foram divulgados neste mês de julho no periódico Chest.

Para formular as conclusões, os pesquisadores da UFRGS acompanharam 7.500 pacientes de uma clínica de sono durante dez anos. Ao longo deste período, observou-se que nas temporadas de frio os casos de apneia do sono aumentavam, sendo que 34% das pessoas procuravam a clínica devido ao problema. Por outro lado, a taxa caiu para 28% nos meses de calor.

Os autores do trabalho também realizaram outras análises levando em conta os dados coletados. Eles observaram as dificuldades de respiração dos pacientes durante o sono. Em média, aconteciam 18 paradas respiratórias em uma hora, sendo uma incidência 20% maior do que nos dias de alta temperatura.

Leia Também:  Injeções antigordura para ficar em forma

Segundo o estudo brasileiro, a apneia do sono se agrava nos dias frios por causa dos problemas nas vias aéreas, que são mais frequentes durante o inverno. Os sintomas do distúrbio também podem ser intensificados por causa das condições meteorológicas, como os níveis de poluição do ar e a pressão atmosférica.

Apneia: sintomas e tratamento

O tratamento requer o uso de CPAP, uma máscara que ajuda na respiração.

A apneia do sono é considerada um distúrbio respiratório bastante comum, que causa um bloqueio na respiração e deixa a pessoa sem ar durante alguns segundos.

Quem sofre de apneia do sono produz o ronco, um ruído que resulta do estreitamento ou da obstrução das vias aéreas. O distúrbio, quando severo, pode causar interrupções durante o sono, fazendo com que a pessoa acorde cansada e indisposta. Desta forma, a apneia também desencadeia dores de cabeça, nervosismo e estresse.

O tratamento para a apneia do sono tem como principal objetivo manter as vias respiratórias abertas, por isso o médico faz algumas recomendações ao paciente, como não fumar, não consumir bebidas alcoólicas e perder peso. Para tratar o distúrbio, também é recomendado o uso de CPAP, um tipo de máscara que contribui com a respiração. Em outros casos, o tratamento pode exigir cirurgia.

Veja também: Aparelho anti-ronco, Onde Comprar

Top