Chocolate e pipoca podem fazer bem à saúde

No último domingo, 25 de março, foi apresentada uma pesquisa no encontro da Academia Americana de Química que mostra os benefícios de se comer…

Comer pipoca diariamente faz bem à saúde (Foto: Divulgação)

No último domingo, 25 de março, foi apresentada uma pesquisa no encontro da Academia Americana de Química que mostra os benefícios de se comer pipoca todos os dias. Na reunião organizada pela maior sociedade científica do mundo, a Universidade de Scranton, localizada na Pensilvânia, divulgou que a pesquisa efetuada pela instituição aponta que a pipoca possui uma concentração de polifenóis (antioxidante benéfico à saúde) maior do que as encontradas em frutas e vegetais.

Joe Vinson foi quem conduziu os estudos. O profissional é o primeiro a analisar a composição de substâncias saudáveis em alimentos como castanhas e chocolate. De acordo com o estudioso, “os polifenóis estão mais concentrados na pipoca porque o salgado tem somente 4% de água, aproximadamente”. Já em vegetais e frutas a substância se dilui nos 90% de água que compõe esses alimentos.

Segundo a pesquisa o polifenóis está mais concentrado na casca da pipoca (aquela parte que às vezes fica entre os dentes). Porém, na hora de preparar o alimento esqueça o excesso de óleo ou margarina, pois isso o transforma em uma bomba de gordura. Pipocas de microondas também não são recomendas por causa dos conservantes.

O chocolate amargo ajuda no combate do câncer de intestino (Foto: Divulgação)

Chocolate

E o chocolate, faz bem à saúde? Sim. Pelo menos essa foi a resposta dos pesquisadores da Universidade de Georgetown, nos Estados Unidos. Em 2008 uma pesquisa realizada nesse ambiente acadêmico apontou que essa delícia ajuda a combater o câncer de intestino. Isso acontece por causa de algumas moléculas que estão presentes no cacau, denominas procianidinas, que possuem propriedades antioxidantes, o que protegeu as células das degenerações do tumor.

Já os estudiosos da Universidade de Linkoping, na Suécia, descobriram que o chocolate faz bem ao coração. A versão amarga, com maior concentração de cacau inibe uma enzima no organismo conhecida por aumentar a pressão arterial. O bom resultado é atribuído às catequinas e procianidinas, antioxidantes encontrados nesse doce.

O chocolate amargo também foi fonte de estudos da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos. O levantamento apontou que consumir a iguaria depois de um acidente vascular minimiza os impactos do ataque. Isso porque os epicatequina encontrada na iguaria protege as células nervosas. Por isso, sempre que for consumir chocolate opte pelo amargo, pois é mais saudável.


Top