Frutas de outono: dicas

O outono teve início, oficialmente, no dia 20 de março. Para nós, parece ainda não haver muita diferença, em relação ao clima. Porém, para…

O outono teve início, oficialmente, no dia 20 de março. Para nós, parece ainda não haver muita diferença, em relação ao clima. Porém, para algumas frutas, o tempo já começa a ficar favorável. Em geral, muitas delas podem ser encontradas durante o restante do ano, mas, como as outras estações não são favoráveis ao seu cultivo, elas ficam mais escassas e, consequentemente, mais caras. O sabor também pode apresentar diferenças. Veja algumas dicas de frutas de outono e aproveite a estação, para variar o seu cardápio, com mais sabor.

O abacate é ótimo para a saúde, mas é muito calórico (Foto: Divulgação)

Frutas mais comuns no outono

Nesta época do ano, o caqui pode ser encontrado mais facilmente e com um sabor mais agradável. Os preços também caem, pois a abundância é maior. O caqui é rico em fibras, cálcio, ferro e vitaminas A, C, B1 e B2. A fruta, além de saborosa, também é uma importante fonte de antioxidantes, combatendo o envelhecimento precoce, além de contribuir na prevenção de alguns tipos de câncer.

A tangerina, também chamada de mexerica, é mais uma fruta de outono e começa a aparecer com mais abundância no mês de maio. O maior destaque da fruta é a concentração de vitamina C, que aumenta a resistência do organismo, prevenindo resfriados e gripes. Além disso, em conjunto com o cálcio e o fósforo, a vitamina C também ajuda a manter a saúde dos dentes, dos ossos e dos vasos sanguíneos.

A tangerina é fonte de vitamina C e é pouco calórica (Foto: Divulgação)

Dentre as frutas mais comuns do outono, destaca-se também a Pinha, que é da família da Fruta-do-Conde e da Atemoia. Ela contém vitamina C, que oferece os benefícios citados acima, além de contribuir com a absorção do ferro, pelo organismo. A pinha também é fonte de gorduras boas, diminuindo os níveis de colesterol LDL no organismo. Ela também contém selênio e zinco, que fortalecem o sistema imunológico e combatem os radicais livres e as doenças degenerativas. Tenha atenção, o entanto, com o seu consumo, pois ela tem muitas calorias e índice médio de açúcar.

O abacate também é mais abundante no outono. Seu destaque é o antioxidante glutatitona, que é produzido pelo nosso organismo, porém em baixa quantidade. A glutatinona é encontrada, pronta, apenas no abacate. Mas, tenha cuidado, também, com seu consumo. Embora a fruta seja muito benéfica à saúde, contém muitas calorias. Cada 100 g de abacate contêm 160 calorias!

Outras frutas de outono

Caqui: um poderoso antioxidante (Foto: Divulgação)

Nesta estação, também é mais comum encontrarmos moranguinhos, fruta-do-conde, goiaba, figo, maracujá, melão, coco e melancia. O ideal é consumir as frutas de outono, bem como as outras típicas de qualquer estação, de forma o mais natural possível. Sucos, chás ou doces feitos com as frutas fazem com elas percam grande parte de seus nutrientes. Melhor é lavá-las e higienizá-las muito bem, consumindo-as in natura.

 

Top