Carteira feminina: como escolher

Muito mais do que um simples acessório para guardar documentos e dinheiro, a carteira feminina deve ser o reflexo do estilo e personalidade de…

Por Editorial MDT em 12/03/2012

Muito mais do que um simples acessório para guardar documentos e dinheiro, a carteira feminina deve ser o reflexo do estilo e personalidade de sua dona. É essencial que ela seja um item funcional, por isso, antes de sair por aí para comprar uma carteira, o primeiro passo é pensar em qual será sua utilidade: se para guardar cartões, dinheiro, documentos ou tudo isso e mais um pouco.

As opções são quase infindáveis e a grande maioria das peças é confeccionada em couro, microfibra ou nylon, em diversos tamanhos, cores e modelos, que promete agradar desde os mais funcionais aos mais extravagantes, além de poderem ser encontradas em todas as faixas de preço.

Confira algumas dicas para saber escolher a carteira ideal.

Item fashion

Diferente do que acontece no universo masculino, onde a grande maioria dos rapazes costumam ter apenas uma carteira para todas as situações, o indicado, no mundo feminino, é que esse acessório seja considerado um item fashion, que ajudará a completar o visual. Portanto, é recomendado que não se tenha uma, e sim algumas carteiras de diferentes estilos e para diferentes situações.

Tamanho para todos os gostos

Para as mulheres práticas e que não costumam andar com bolsa, o mais indicado são as carteiras pequenas que acomode apenas o estritamente necessário, como dinheiro em cédula, cartão de crédito e carteira de habilitação (que substitui a necessidade de andar por aí carregando o CPF e RG). O compartimento para moedas até pode ser dispensável. Essas carteiras são perfeitas porque não geram volume na roupa e a mulher fica com as mãos livres.

Nas situações em que se pode contar com uma bolsa, é possível fugir do básico e optar por carteiras com mais divisões para manter tudo organizado. Compartimento para moedas e cheque são interessantes, nesse caso, mas é importante não se esquecer de preferir modelos menores, mais femininos e discretos.

A bolsa-carteira é um item chique e belíssimo

Outra opção são as bolsas-carteiras, que podem ser usadas tanto como carteiras ou como bolsa a tiracolo. Como são de tamanho mais avantajado, são perfeitas para as mulheres de negócios ou para as mães, que precisam andar com mil e um documentos e cartões dentro da carteira. Como tem dupla função, este modelo possui alça removível e regulável, que pode ser acoplada para o transporte como bolsa. Internamente possui várias divisões e costumam ter fechamento com zíper, imã ou por pressão.

Há os outros modelos, como as do tipo pastas, que ficam perfeitos para executivas, e as do tipo mini, que além de chiques, são ótimas para ir na balada, pois não marcam a roupa e são discretas.

A relação da carteira com a bolsa

É importante usar o bom senso na hora de montar a produção para não acabar pagando mico. A dica fica por conta de uma regrinha básica: bolsa pequena, exige carteira pequena e bolsa grande pode vir a combinar com uma carteira de tamanho um pouco menos discreto, mas é importante muita moderação na escolha. No caso das bolsas-carteiras nem é preciso comentar que esse acessório dispensa o uso das bolsas tradicionais.

Material e cor

As cores da carteira não precisam, necessariamente, combinar com o look e basicamente qualquer cor pode ficar legal, a dica para não errar é apostar nos tons mais neutros e sóbrios, como o preto, vinho, caramelo e cinza. O material preferido para confecção é o couro, que combina com qualquer estilo de mulher, porém tecidos sintéticos podem ficar legais para as mais jovens ou as muito descoladas, que adoram ousar.

As carteiras devem ser consideradas como item fashion

Estilo e beleza são fatores que não faltam na concepção das carteiras femininas, portanto inspire-se, escolha alguns modelos para usar nas mais diversas ocasiões e demonstre o quanto sua elegância e personalidade andam juntas.

Top