Capital da Tailândia, Bangcoc, deverá ser atingida pelas inundações

A Tailândia admitiu que não conseguirá impedir que as inundações, que devastam o país, atinjam a capital de Bangcoc. A informação é da primeira-ministra…

A Tailândia admitiu que não conseguirá impedir que as inundações, que devastam o país, atinjam a capital de Bangcoc. A informação é da primeira-ministra tailandesa, Yingluck Shinawatra, e foi divulgada nesta quinta-feira (20).

“A água das inundações vem por todas as direções, e não podemos controlá-la”, disse a chefe do governo em uma entrevista coletiva. Shinawatra ainda mudou a classificação de “crise nacional” para “problema arrasador” referente a situação da Tailândia.

As inundações já devastaram 26 províncias do país e mataram no mínimo 320 pessoas, e outras 2,4 milhões estão desabrigadas. “Não podemos bloquear a água para sempre”, comentou a primeira-ministra, mostrando que ação de criar uma faixa com 1,2 milhão de sacos de areia na parte norte não deve surdir efeito.

As autoridades de Bangcoc anunciaram nesta quarta-feira (19) o pedido para que mais de mil pessoas de um bairro da periferia da capital deixem o local. Bangcoc possui cerca de 10 milhões de habitantes e contribui com 41% do Produto Interno Bruto (PIB) na Tailândia. Caso for atingida drasticamente pode proporcionar enormes danos a economia nacional.

Segundo estatísticas do Ministério do Trabalho, pelo menos 14 mil fábricas e lojas do comércio fecharam suas portas por causa dos perigos das inundações, com isso 663 mil trabalhadores estão parados.

Top