Canela: aprenda mais sobre essa especiaria e como utilizá-la

A árvore que origina a canela é conhecida como caneleira, que mede entre 10 e 15 metros de altura e possui folhas em formato…

A árvore que origina a canela é conhecida como caneleira, que mede entre 10 e 15 metros de altura e possui folhas em formato oval-longo que chegam a até 18 centímetros de comprimento. O cheiro das suas flores, que são verdes e florescem em pequenos maços, é distinto e inconfundível. Com apenas aproximadamente 1 centímetro de diâmetro, a fruta da caneleira é roxa e produz somente uma semente.

Porém, a especiaria canela que conhecemos, é retirada da parte interna da casca do tronco da caneleira. Com um gosto e aroma peculiares, que vêm do aldeído cinâmico ou cinamaldeído, a canela é usada para condimentar alimentos como sobremesas, salgados e licores. Além disso, ela tem uso medicinal, principalmente para a cura de resfriados.

A caneleira é uma planta originária do Sri Lanka, no sul asiático e é conhecida pelos homens desde a Antiguidade, onde era considerada um item de luxo, especial para presentear monarcas e dignatários.

Quando os portugueses viajaram para o Oriente no início do século XVI, descobriram essa rica especiaria no Ceilão, atual Sri Lanka, e a levaram para a Europa, onde fez muito sucesso. Por isso, a canela era muito valiosa no mercado europeu, sendo que 1 quilo de canela era vendido por 10 gramas de ouro. Em 1638, o comércio português no oriente caiu nas mãos da Companhia das Índias Orientais, controlada pelos holandeses. Certo dia, um capitão holandês relatou em seu diário a maravilha que sentia em terras orientais: “As margens da ilha estão repletas dessa planta, e é a melhor de todo o oriente: quando uma pessoa está no litoral, pode-se sentir o aroma a oito léguas de distância.”

Na culinária, a canela pode ser usada em pedaços ou em pó. Apesar de ser muito gostosa, tem gosto fortíssimo e, portanto, não deve ser exagerada nas receitas, ou só sentiremos o seu sabor.

Continuar Lendo  Pousadas em Canela RS: reservas

Em épocas de Festa Junina, a canela é indispensável na confecção do vinho quente. Ela deve estar em pedaços para que o sabor seja intenso. Como o sabor da especiaria é forte, ela serve para esquentar ainda mais a bebida e o corpo de quem a bebe nos meses de frio.

Os bolos de canela são deliciosos, principalmente se forem feitos de maneira simples e sem muito recheio. Assim, o sabor refrescante da canela pode ser sentido levemente, sem exageros. Os bolos de banana também precisam de um toque de canela. Aliás, a fruta que melhor combina com essa especiaria é a banana. Uma receita bem fácil é fritar bananas cortadas ao meio e acrescentar um pouco de canela em pó e açúcar. Fica uma delícia! Experimente!

A maçã com canela é irresistível. Quem nunca degustou uma torta de maçã com canela? O sabor adocicado da maçã junta-se perfeitamente ao sabor provocante da canela, tornando-se uma receita dos deuses.

Se for utilizada corretamente, a canela serve para temperar deliciosamente carnes de porco, presunto à moda Virgínia e caças.

Além de ser deliciosa em pratos espaciais, a canela pode baixar os níveis de colesterol no organismo humano. Para tanto, use uma colher de chá da especiaria por dia que o açúcar no sangue e as taxas de colesterol diminuirão significantemente. Por isso, a canela é muito importante para os diabéticos.

Agora que você aprendeu como utilizar a canela e um pouco da sua história, vá ao supermercado e comece a usá-la em seus pratos, sejam doces ou salgados. Bom apetite e boa saúde!

Top