Cabelos Splashlight: tendência 2014, dicas

Ombré Hair, Mechas Californianas, Mechas Texanas…todas são técnicas de coloração, que buscam iluminar os cabelos, de diferentes formas. A cada estação, surgem novas propostas;…

Por Editorial MDT em 24/04/2014

Ombré Hair, Mechas Californianas, Mechas Texanas…todas são técnicas de coloração, que buscam iluminar os cabelos, de diferentes formas. A cada estação, surgem novas propostas; umas usáveis, outras, nem tanto. Mas para 2014, uma nova forma de iluminar os fios tem causado polêmica. Trata-se da tendência dos cabelos splashlight, que propõe uma maneira inusitada de descoloração dos fios. Será que essa moda pega, aqui no Brasil?

A atriz Jessica Biel optou por uma versão mais delicada e com iluminação difusa (Foto: Divulgação)

Cabelos Splashlight: como é a tendência

Enquanto as outras técnicas de clareamento dos cabelos buscam iluminar os fios, de forma mais difusa e com degradê, a técnica splashlight consiste justamente em fazer contrário. A ideia é criar uma faixa pontual de cabelos mais claros, a fim de imitar a incidência de um raio de sol, nas madeixas.

O efeito fica semelhante ao que acontece naquele momento em que um feixe de luz solar entra pela janela e atinge os cabelos. A faixa de luzes nos cabelos é feita, em geral, na parte da nuca ou um pouco acima, indo de uma orelha à outra.

Caroline Polacheck: versão radical (Foto: Divulgação)

A cantora Caroline Polacheck, da banda indie-pop Chairlift, é uma entre as famosas que aderiram à tendência, porém ela apostou na versão mais radical. Já a atriz Jessica Biel adotou uma versão mais suave da trend, com fios iluminados de forma mais difusa e na parte frontal da cabeleira.

As luzes splashlight têm causado controvérsias. Há quem ame o novo visual para 2014, mas também há quem diga que essa tendência é algo que não pegaria aqui, no Brasil. Existem até as que comparam splashlight com os pelos de um gambá.

Dicas para fazer Splashlight

Qualquer pessoa pode aderir à tendência splashlight. Podem ser fios longos, médios, curtos, ondulados, crespos ou lisos. Porém, alguns detalhes podem ajudar, para que o efeito de raio de sol nos cabelos fique mais bonito e marcado.

Cabelos ondulados ou com cortes geométricos acabam marcando, de forma mais natural, as luzes splashlight. Deve-se ter cautela, no entanto, se os cabelos forem lisos. O interessante, neste caso, seria optar por uma descoloração mais difusa, evitando linhas pontuais, marcadas demais.

Versões mais delicadas da Splashlight (Foto: Divulgação)

A descoloração splashlight não requer manutenção, como acontece com algumas outras técnicas; ou seja, os cabelos vão crescendo e a faixa iluminada permanece, tal como foi feita. A única diferença é que irão se deslocar, descendo, conforme o crescimento dos fios.

Se você decidir que quer acompanhar esta tendência, vale a dica de sempre, para cabelos descoloridos: muita hidratação e produtos de boa qualidade, pois os fios podem ficar muito ressecados. Finalmente, escolha um ótimo profissional para o trabalho pois, caso contrário, a descoloração poderá resultar em um desastre.

Top