Cabelo com raiz oleosa: como cuidar

A oleosidade excessiva dos cabelos é um mal que atinge milhares de pessoas, no mundo todo. Sabemos que a boa aparência se deve, em…

A oleosidade excessiva dos cabelos é um mal que atinge milhares de pessoas, no mundo todo. Sabemos que a boa aparência se deve, em grande porcentagem, ao aspecto das madeixas. Cabelos bonitos e bem cuidados causam outra impressão. Contudo, por mais belos que sejam, se os fios tiverem raízes oleosas, o glamour vai por água, abaixo. Isso acontece porque a produção excessiva de óleo faz com que os cabelos adquiram ares de sujeira; e isso, convenhamos, desfavorece demais a imagem de qualquer pessoa, especialmente das mulheres, que costumam ser mais vaidosas e apostam muito na sedução de sua cabeleira.

A raiz oleosa está entre as causas da queda capilar (Foto: Divulgação)

Muitas vezes, a oleosidade é tão acentuada, que os fios se sujam, em toda a sua extensão, pouco tempo após a lavagem. Realmente, esta é uma situação muito constrangedora, principalmente para as pessoas que passam o dia, longe de casa, trabalhando ou executando outras tarefas. O importante é que se saiba como cuidar de cabelos com raiz oleosa, para que a aparência seja melhorada.

O que causa a oleosidade

Cabelos oleosos ficam com aparência de sujos, causando muito constrangimento a quem os têm (Foto: Divulgação)

Já é sabido que o óleo produzido pelas glândulas sebáceas, presentes no couro cabeludo, é algo normal e necessário aos fios. O sebo auxilia na proteção ao couro e previne o ressecamento dos cabelos. Contudo, por fatores genéticos, estresse ou alterações hormonais, tais glândulas podem passar a produzir óleo, excessivamente. Essa hiperatividade deixa os fios ensebados e provoca, na maioria dos casos, a queda capilar, pois os poros ficam obstruídos. Portanto, o ideal é adquirir hábitos que procurem controlar o metabolismo capilar e promover a limpeza adequada do local.

Cuidados para os cabelos com raiz oleosa

Escovação excessiva piora o problema (Foto: Divulgação)

Em primeiro lugar, é importante observar que o couro cabeludo precisa de ventilação. Por isso, pessoas que tenham cabelos com raiz oleosa devem evitar, ao máximo, o uso de chapéus, boinas, bonés ou até lenços. Estes acessórios “abafam” a região, promovendo ainda mais a produção de óleo.

Os xampus antirresíduos ou esfoliantes do couro devem ser usados, uma vez por semana. Já os de PH neutro e os adstringentes podem ser usados, diariamente, alternados. O ideal é que se lavem os fios, todos os dias, com produtos específicos para a limpeza de cabelos oleosos.

A limpeza deve ser diária, com produtos específicos. O ideal, também, é lavar os cabelos com água fria (Foto: Divulgação)

Sempre que for aplicar produtos para hidratação, como máscaras ou leave-in, estes devem ser passados no comprimento dos fios, longe do couro cabeludo. O acúmulo de cremes nesta região aumenta ainda mais a oleosidade, além de contribuir com a queda.

Ao lavar as madeixas, deve-se evitar a temperatura alta. A água quente nos cabelos oleosos agrava muito o problema, pois ela resseca os fios, fazendo com que as glândulas produzam ainda mais óleo, para hidratá-los.

Finalmente, vale lembrar que a massagem ou escovação excessiva do couro aumentam a oleosidade, devido à estimulação das glândulas sebáceas.

Conheça um importante aliado: Pente antioleosidade para os cabelos

Saiba como hidratar fios oleosos: Hidratação Para Cabelos Oleosos

 


Top