Uso de Creatina e suplementos, restrições

De acordo com o Conselho Federal de Nutrição, os suplementos nutricionais são alimentos usados para complementar com calorias e nutrientes a dieta de um…

De acordo com o Conselho Federal de Nutrição, os suplementos nutricionais são alimentos usados para complementar com calorias e nutrientes a dieta de um indivíduo saudável. Porém, eles devem ser consumidos quando a ingestão a partir dos alimentos é insuficiente ou a dieta exige suplementação. A creatina é um dos suplementos mais usados. Saiba mais sobre as restrições do uso de creatina e suplementos.

Doses excessivas de suplementos podem prejudicar a saúde. (Foto: divulgação)

Uso de creatina e suplementos

Para melhorar o condicionamento físico e obter melhores resultados em treinamentos e na prática de esportes, cada vez mais são usados, de maneira indiscriminada, suplementos, vitaminas e minerais. Os suplementes só possuem efeitos positivos quando a dieta é equilibrada. O uso dos suplementes deve ser criterioso, indicado por um nutricionista ou médico, depois de avaliar o indivíduo, evitando superdosagens ou uso de produtos proibidos, que trazem muitos efeitos colaterais para o organismo. 

Os suplementos nutricionais têm como base proteínas, aminoácidos, vitaminas e minerais, lipídeos e ácidos graxos, carboidratos e fibras e muitos outros. Os produtos podem ser em forma de capsulas, pó, tabletes, pastilhas, líquidos, barras e outros. A creatina é um aminoácido produzido no nosso organismo pelos rins e fígado, proveniente a alimentação através da carne e produtos animais. É uma substância incolor, usada pelo tecido muscular como fonte de energia e muitas outras funções no nosso organismo.

Os suplementos e creatinas devem ser usados corretamente. (Foto: divulgação)

Veja também creatina, força para os músculos 

Restrições do uso de creatina e suplementos

A ingestão dos suplementos também resulta do aumento significativo da frequência cardíaca e da pressão arterial, insônia, desidratação, perda de massa muscular e desequilíbrio hormonal. A cafeína isolada tem venda permitida e cada pessoa tem uma dosagem limite para evitar os efeitos colaterais.

Ainda não se sabe muito sobre os efeitos da creatina ao ser tomada por longos períodos. Em estudos feitos sobre os efeitos dessa substância, observou-se que a diarreia e as câimbras eram as mais frequentes. O receio de sobrecarregar rins e o fígado pelo uso desse medicamento foi desmistificado. Uma pesquisa feita em 2008, comprovou que a suplementação com creatina não sobrecarregou os rins de atletas de 24 anos. Nos que houve sobrecarga, ocorreu devido a células renais que estariam em fadiga ao receber uma quantidade excessiva do produto, além de outras substâncias que esses órgãos metabolizam. Os pesquisadores afirmam ainda que não existem evidências sobre o surgimento de cálculos renais com uso da creatina. As reações adversas apontadas na pesquisa são todas relacionadas a problemas estomacais.

A creatina melhora o desempenho físico e muscular. (Foto: divulgação)

Veja também mitos e verdades sobre a creatina 

Os suplementos são grandes aliados do bom funcionamento do nosso organismo, quando consumidos de maneira correta. A creatina é um dos suplementos mais ingeridos pelos atletas, devido aos seus efeitos na musculatura. Para saber mais sobre as formas ideais do consumo o mais indicado é consultar um nutricionista.

 

Top