Dieta do Mediterrâneo benefícios

Em busca de uma vida mais saudável, muitas pessoas têm procurado informações sobre a Dieta do Mediterrâneo benefícios, que vem ganhando inúmeros adeptos nos…

Em busca de uma vida mais saudável, muitas pessoas têm procurado informações sobre a Dieta do Mediterrâneo benefícios, que vem ganhando inúmeros adeptos nos últimos anos, em todas as partes do mundo.

Dieta do Mediterrâneo benefícios (Foto: Divulgação)

Baseada nas tradições alimentares dos países localizados próximos à região do Mar Mediterrâneo (Itália, Grécia, Espanha, Líbia, Turquia, Marrocos, etc), essa dieta já provou ser uma das mais saudáveis existentes, trazendo diversos benefícios para quem a adota.

Seja para perder peso, se prevenir de uma série de problemas de saúde ou as duas coisas juntas, a dieta mediterrânea está entre as mais indicadas pelos profissionais da área de nutrição. E se você quer conhecer um pouco mais a respeito dela, não deixe de ler as informações a seguir.

Dieta do carboidrato: alimentos permitidos e proibidos

Dieta da cesta básica para perder até 4 kg em 1 mês

Dieta do Mediterrâneo benefícios

Essa famosa dieta vem sendo apontada como uma das mais saudáveis do mundo (Foto: Divulgação)

A lista de benefícios da dieta do Mediterrâneo é bem grande, a começar pela redução nos riscos de aparecer diversas doenças graves, principalmente relacionadas ao coração (hipertensão, infarto, etc), algo que já foi até comprovado cientificamente.

Além disso, ela também contribui para prevenir doenças como Alzheimer, Parkinson, diabetes, AVC e até câncer, entre outras, graças às substâncias presentes na alimentação saudável de quem passa a seguir essa tradicional dieta, muito utilizada em vários países.

Outro benefício oferecido por ela é a perda de peso, ou seja, se você está na luta contra a balança, adotar a dieta mediterrânea pode ser uma excelente alternativa, principalmente se aliar a ela a prática de exercícios físicos. Essa dieta é também uma boa pedida para combater a obesidade.

É importante que você conheça a Dieta do Mediterrâneo, benefícios para a saúde e principais regras. Somente assim será possível tirar o melhor proveito da cozinha mediterrânea.

Como funciona a Dieta do Mediterrâneo

Explicar como funciona a Dieta do Mediterrâneo é bem simples, já que ela consiste, basicamente, em trocar as gorduras más pelas boas. Sendo assim, você passa a ingerir alimentos que lhe trarão inúmeros benefícios, ao mesmo tempo em que evita produtos não muito bons para a saúde.

Ou seja, prioriza-se o consumo de frutas, hortaliças, leguminosas, cereais, oleaginosas, peixes, leite e seus derivados, azeite de oliva, ervas e até vinho (com moderação, é claro), enquanto reduz bastante a ingestão de produtos industrializados, gorduras de origem animal, doces, carnes vermelhas e alimentos ricos em açúcar e gordura, entre outros.

Leia Também:  Saiba Quais São os Problemas que as Embalagens Plásticas Podem Gerar a Saúde

O resultado disso é que, em pouco tempo, a pessoa passa a se sentir muito melhor, com mais ânimo e disposição para as atividades do dia a dia, além de estar protegida contra diversas doenças (essa dieta pode reduzir em até 70% os riscos de doenças cardíacas), algo que certamente aumenta a longevidade.

Vantagens da Dieta do Mediterrâneo

Algumas das vantagens da dieta do Mediterrâneo são:

– Diminui os níveis do colesterol ruim, prevenindo problemas cardíacos e hipertensão.

– Permite consumir uma grande variedade de alimentos.

– Queijo e leite, que não fazem parte de outras dietas, podem ser consumidos.

– Para quem não dispensa uma bebida alcoólica, o vinho e até a cerveja fazem parte da dieta mediterrânea (devem ser consumidos moderadamente).

Nela, itens mais saudáveis, como peixes e ervas, são priorizados, em detrimento de carne bovina e sal, por exemplo (Foto: Divulgação)

Desvantagens da Dieta do Mediterrâneo

Entre as poucas desvantagens da dieta do Mediterrâneo, podemos citar:

– Abrange muitos alimentos calóricos, o que exige cuidados para não engordar.

– Não tem a perda de peso como principal objetivo (e sim a melhora na qualidade de vida), o que pode desagradar a alguns.

– Quem consome muito açúcar pode ter dificuldades para se acostumar, já que o produto é cortado da dieta.

– Inclui alguns produtos mais caros, demandando mais gastos para o seu bolso.

Alimentos permitidos na Dieta do Mediterrâneo

Algumas das estrelas dessa dieta são:

  • Água (6 a 8 copos por dia)
  • Uma ampla variedade de frutas, legumes e verduras
  • Azeite
  • Alho
  • Batatas
  • Pães
  • Massas
  • Cereais Integrais
  • Queijo magro
  • Leite desnatado
  • Iogurte de baixas calorias
  • Castanhas
  • Nozes
  • Amêndoas
  • Vinho Tinto
  • Cerveja
  • Sardinha
  • Camarão
  • Cação
  • Ostra
  • Mexilhão
  • Ervas
  • Aves
  • Geleia de frutas

O azeite de oliva é uma das principais estrela da dieta mediterrânea (Foto: Divulgação)

Alimentos proibidos na Dieta do Mediterrâneo

Na dieta mediterrânea, não existem produtos totalmente proibidos, mas é preciso reduzir bastante o consumo de itens como:

  • Carne vermelha
  • Embutidos
  • Manteiga
  • Doces
  • Produtos industrializados
  • Alimentos muito ricos em açúcar
  • Sal em excesso
  • Óleo vegetal
  • Frituras
  • Refrigerantes

Sugestões de cardápio para Dieta do Mediterrâneo

– Café da manhã

  • Uma fruta entre as suas preferidas
  • Pão integral com uma fatia de queijo branco
  • Um copo de leite desnatado com mel ou adoçante ou ainda duas colheres de achocolatado
  • Uma xícara de chá
Leia Também:  Truques para você não desistir da dieta

– Lanche da manhã

Frutas

– Almoço

  • Salada à vontade
  • Peixe ou peito de frango magro
  • Arroz
  • Feijão
  • Massa ao sugo ou ao alho e óleo
  • Suco natural

– Lanche da tarde

Uma porção de nozes, amêndoas ou castanhas

– Jantar

  • Massa
  • Salada com azeite de oliva
  • Sopa de legumes
  • Uma taça de vinho

Receitas da cozinha mediterrânea

A dieta do mediterrâneo pode ser muito saborosa. Confira a seguir duas sugestões de receitas para preparar em casa:

Arroz com frutos do mar

Arroz com frutos do mar. (Foto: Divulgação)

Ingredientes
1 xícara(s) (chá) de arroz
300 gramas de lula em anéis
300 gramas de camarão limpo(s)
1 talo(s) de salsão picado(s)
2 tablete(s) de caldo de legumes
1 colher(es) (chá) de azeite de oliva
1 unidade(s) de alho-poró picado(s)
2 xícara(s) (chá) de água fervente
1 lata(s) de molho de tomate

Modo de preparo: tempere os frutos do mar com caldo de legumes e reserve. Numa panela média, aqueça o azeite em fogo médio e refogue o camarão e a lula, juntamente com o salsão e o alho-poró. Acrescente o arroz e deixe todos os ingredientes refogarem por mais três minutos. Esfarele outro caldo de legumes. Tampe a panela por 10 minutos para cozinhar. Acrescente o molho de tomate. Mantenha o fogo ligado até a parte líquida secar e o arroz ficar macio.

Antepasto de berinjela

Antepasto de berinjela. (Foto: Divulgação)

Ingredientes
2 berinjelas
2 colheres (chá) de sal
2 tomates
2 dentes de alho
1/2 xícara (chá) de uva passa
1 pimentão amarelo pequeno
1 pimentão verde pequeno
1 pimentão vermelho pequeno
2 colheres (sopa) de azeite
1 colher (sopa) de alcaparras
2 colheres (sopa) de cheiro verde picado
1/2 xícara (chá) de azeitonas verdes
sal a gosto

Modo de preparo: Deixe os pedaços de berinjela de molho na água com sal por meia hora. Limpe os pimentões e corte-os em tiras, faça o mesmo com os tomates. Corte o alho em lâminas e a azeitona em rodelas. Em uma panela, coloque o azeite e refogue os pimentões. Depois, acrescente os demais ingredientes e refogue. Deixe a mistura no fogo até cozinhar a berinjela. Acrescente uvas passas e azeitonas. Coloque o antepasso em um pote e leve à geladeira.

Cuidados a serem seguidos

O vinho também é um dos principais itens da dieta (Foto: Divulgação)

Como a dieta mediterrânea parece ser um pouco mais “liberal” que as outras, é preciso ter muito cuidado para não evitar os excessos, como no caso do vinho e da cerveja. Quem utiliza essa dieta precisa ter força de vontade e saber moderar no consumo desses e de outros itens.

Além disso, procure variar as opções de frutas, legumes e verduras consumidas diariamente. Assim, é possível evitar ter sempre o mesmo cardápio e dá para aproveitar mais benefícios oferecidos por outras variedades desses produtos.

E se você tem como objetivo acabar com os quilinhos extras, é bom aliar à dieta a prática regular de exercícios físicos, pois assim os resultados podem ser ainda melhores.

Outras dicas

O maior objetivo da dieta mediterrânea é melhorar a qualidade de vida das pessoas (Foto: Divulgação)

– Troque o óleo vegetal pelo azeite.

– Use ervas para temperar, ao invés do sal.

– Dê preferência aos alimentos frescos.

– Não pule nenhuma das refeições.

– Como a melhora na qualidade de vida é o principal objetivo dessa dieta, procure compartilhar as refeições com familiares e amigos.

– Procurar a ajuda de um nutricionista pode levar a resultados ainda mais satisfatórios.

Agora que você já sabe tudo sobre Dieta do Mediterrâneo benefícios, aproveite para fazer mudanças alimentares saudáveis no seu dia-a-dia.

Top