quarta-feira, 5 de outubro de 2022 - 05/10/2022 00:12:52
MundodasTribos

O mercado imobiliário é um dos que mais cresce, mesmo nos momentos de crise. E com a demanda crescente de compra e venda de ativos, o setor busca se modernizar com as novas tecnologias disponíveis no mercado.

Entre elas podemos citar os tokens e a blockchain, que ocupam lugar de destaque no mundo das criptomoedas, mas não servem apenas para criptos: elas ocupam lugar de destaque também nas inovações do mercado imobiliário. Conheça um pouco mais sobre essas ferramentas e entenda por que as imobiliárias estão lançando mão delas!

O que este artigo aborda:

O que é e como funciona o mercado imobiliário?

O mercado imobiliário se situa no setor secundário da economia (indústria) e atua na produção, compra e venda de ativos imobiliários (terrenos, casas, apartamentos, obras públicas, materiais de construção, especulação, etc).

As imobiliárias atuam na intermediação na compra e na venda de imóveis, oferece assim serviço a quem deseja possuir a casa nova, um terreno visa especulação, ou mesmo vender os seus bens imobiliários. Nesse sentido, o setor depende fortemente do aspecto jurídico, já que lida diretamente com contratos e ações judiciais no escopo de suas operações.

O que são os blockchain e como podem favorecer o mercado imobiliário?

Como dito anteriormente, a operação das empresas do ramo imobiliário lida fortemente com o firmamento de contratos e operações financeiras de elevadas quantias, visto que os imóveis são custosos. Tudo isso exige algo chamado “segurança jurídica”, que é a garantia de que os direitos das partes previstos pela legislação e pela constituição serão satisfeitos, sem ilegalidades ou injustiças para nenhuma das partes.

Como hoje lidamos com as coisas de forma cada vez mais virtualizada, e também pela exigência cada vez maior de eficiência e segurança, são criadas soluções para garantir os aspectos de segurança, eficiência e praticidade.

O que são blockchain e tokens, que o mercado imobiliário vem usando para atrair investidores (2)

Fonte/Reprodução: original

Uma dessas soluções é o “blockchain”, que se popularizou devido ao sucesso das criptomoedas. O blockchain, do inglês, cadeia de blocos, é um sistema de dados criptografados, armazenados em blocos, em que cada bloco tem o seu registro, que é validado pelo próprio sistema. Cada transação registrada no sistema deve ser validada e adicionada à cadeia de blocos. Existem máquinas que se ocupam de realizar as operações necessárias para a validação dos novos dados a serem registrados no blockchain.

As pessoas que realizam essas operações são chamadas de “mineradoras”. A grande vantagem do blockchain é a segurança, transparência e eficiência da tecnologia, visto que todos podem acessá-la para consultar as transações. Isso possibilita uma infinidade de soluções, como contratos inteligentes, facilidade para financiar um imóvel e corte de custos com cartórios e papeladas.

O que é e como a imobiliária se beneficia com os tokens?

O token é um ativo (bem) virtual que representa outro ativo, seja virtual ou real, que tem suas transações regidas pelo sistema blockchain. Ele é usado para capitalizar um empreendimento, oferece assim ao investidor a possibilidade de adquirir vantagens com seus tokens. Por exemplo, um imóvel de 2 milhões pode se tornar 20 mil tokens de R$ 100. Assim, aquele ativo real (o imóvel) terá seu valor fracionado e negociado na forma de tokens.

O investidor pode ter como vantagem a valorização de seus tokens e a venda dos mesmos por um valor maior, ou mesmo comprar um apartamento naquele empreendimento, a promover economia, pois o imóvel se valorizou. Como o sistema blockchain é muito mais prático e democrático, isso facilita o acesso ao investimento nos tokens, beneficia tanto os investidores quanto a imobiliária que terá o capital necessário para tocar a obra. No entanto, o citado foi apenas um exemplo das possibilidades da tokenização no mercado imobiliário. Existem outras modalidades.

O investidor pode, por exemplo, utilizar seus tokens para utilizar um serviço na plataforma que os disponibilizou, ou mesmo obter direitos de decisão na sua empresa, ou no seu condomínio. A tokenização está a ganhar cada vez mais espaço, e mais empresas adotam o token como forma de atrair investidores e capitalizar os seus empreendimentos.

Em suma, o blockchain e a utilização de tokens têm um potencial inexplorado e que promete crescer exponencialmente nos próximos anos. A era digital revolucionará também a forma de fazer negócios e de investir, traz maior rentabilidade para aqueles que desejam adquirir ativos e maior lucro para as empresas do ramo imobiliário.

 

O conteúdo "O que são blockchain e tokens, que o mercado imobiliário vem usando para atrair investidores?" foi feito por redacao b e distribuído por MundodasTribos na categoria Notícias em . Conteúdo atualizado em .

1

Pode ser do seu interesse

INSS: quem recebe o benefício em caso de morte

INSS: quem recebe o benefício em caso de morte

Sesi Cursos Técnicos 2015 gratuitos em SP

Sesi Cursos Técnicos 2015 gratuitos em SP

Carros 2013 lançamentos

Carros 2013 lançamentos

Segunda Fase Vestibular Fuvest 2012 – inscrições, datas

Segunda Fase Vestibular Fuvest 2012 – inscrições, datas

Melhores Notebooks da Dell Preços, Modelos, Onde Comprar

Melhores Notebooks da Dell Preços, Modelos, Onde Comprar

Classificados Estado de Minas Empregos

Classificados Estado de Minas Empregos