Belfort desiste de lutar e Lyoto assume o seu lugar em disputa com Weidman no UFC 173

Vitor Belfort não vai mais disputar o cinturão do UFC de sua categoria. Com a proibição do uso do Tratamento para Reposição de Testosterona…

Vitor Belfort não vai mais disputar o cinturão do UFC de sua categoria. Com a proibição do uso do Tratamento para Reposição de Testosterona (TRT), anunciada na última quinta-feira pela Comissão Atlética de Nevada (NSAC), o lutador acabou desistindo da luta contra o atual campeão dos médios do Ultimate, Chris Weidman, que venceu Anderson Silva duas vezes e ficou com o cinturão da categoria.

Belfort desiste de lutar e Lyoto assume o seu lugar em disputa com Weidman no UFC 173 (Foto: divulgação)

Lyoto Machida será o novo desafiante

Para tentar trazer para o Brasil novamente o cinturão dessa categoria quem será o novo desafiante a luta marcada para o dia 24 de maio, em Las Vegas, no UFC 173, será o lutador Lyoto Machida. Belfort sempre falou que fazia uso do TRT num tratamento para reposição hormonal.

No entanto, o lutador dizia que controlava o nível de testosterona, fazendo exames de sangue constantemente. Mas, mesmo diante dessa necessidade de reposição, o brasileiro recebeu críticas de vários adversários, que consideravam o TRT doping.

Vitor desistiu de lutar (Foto: Divulgação)

Lutas de Belfort no Brasil por causa de sistema menos rígido de dosagem hormonal no esporte

As últimas lutas de Belfort foram no Brasil, por causa da exigência ser menor do que em Las Vegas, por exemplo, nos quesitos de dosagem hormonal. O próprio presidente do UFC, Dana White, defendeu Belfort publicamente, sendo que a NSAC impõe limites severos com relação a esse tema.

“Sabendo que outras comissões podem vir a tomar a mesma decisão, vou deixar de fazer o TRT e pretendo competir no MMA sem o tratamento”,  Belfort, que foi campeão dos pesados do UFC, no início da carreira, com 19 anos, e disputou recentemente os cinturões dos médios (derrota para Anderson Silva em 2011) e dos meio-pesados (derrota para Jon Jones em 2012).

Machida é considerado lutador perigoso por Chris Weidman

Chris Weidman respeita muito o ex-campeão dos meio-pesados, Lyoto Machida e disse publicamente que ele esperava por uma luta com o brasileiro. Agora, Lyoto terá a oportunidade de conquistar o título do UFC em outra categoria, já que ele trocou de categoria em 2013, depois de ser derrotado pelo americano Phil Davis, no Rio de Janeiro.

Top