Bebê com três pais pode ser possível na Inglaterra

Já pensou em ver uma criança com três pais? Parece que é coisa de filme de ficção cientifica, mas isso pode se tornar uma…

Já pensou em ver uma criança com três pais? Parece que é coisa de filme de ficção cientifica, mas isso pode se tornar uma realidade. O sistema de saúde inglês tem a pretensão de começar a ofertar ainda em 2014 um procedimento que tem como resultado na formação de bebês, o uso de DNA de três pessoas. Desse modo, é correto afirmar que bebê com três pais pode ser possível na Inglaterra.

Bebê poderá ter dois pais (Foto: Divulgação)

Leia mais informações sobre: Tratamento de fertilização gratuito

Bebê com três pais pode ser possível na Inglaterra

O que acontece de modo natural e normal é que uma criança normalmente recebe metade de seu material genético da mãe e metade do pai. No entanto, também existe um espaço para um terceiro participante nesse processo de acordo com o sistema de saúde inglês.

Entenda como um bebê pode ter genética de três pessoas

Dentro das mitocôndrias humana, que são as estruturas que geram energia para alimentar nossas células, existe outro tipo de DNA: o mitocondrial. Nesse caso os cientistas acham que é um resíduo de uma antiga bactéria, integrada por meio de nossos ancestrais ao longo da evolução.

Saiba mais informações sobre: Tratamento gratuito para engravidar

O que acontece na maioria das vezes é que o bebê herda o DNA mitocondrial da mãe (porque herda as mitocôndrias que estão dentro do óvulo). No entanto, esse código genético pode vir com defeito. Quando isso ocorre, a pessoa acaba por desenvolver doenças sérias, como distrofia muscular e problemas cardíacos.

Bebê com problemas genéticos podem ser salvos por novidade (Foto: Divulgação)

Material genético de um terceiro pai pode salvar bebê

Os ingleses acreditam que pode-se implantar o embrião (que possui os genes da mamãe e do papai) no óvulo de outra mulher, que ofereceria o seu DNA mitocondrial como doação. O procedimento que permite que o bebê tenha três pais recebeu críticas de entidades religiosas e de políticos, que acharam isso uma forma de eugenia.

Continuar Lendo  Dicas para o banho de inverno

Os cientistas defendem que uma mãe que tem problema nas mitocôndrias pode muito bem querer aceitar o risco para que o filho não tenha falhas genéticas. A doadora do óvulo não terá direito sob a criança e sim a mãe e o pai que tiver o material genético introduzido nesse óvulo.

 

Top