Auxílio-Inclusão começará a ser pago no próximo mês

Felipo Bellini 15/09/2021 Economia

O Auxílio-inclusão entrará em vigor no próximo mês, com valor de R$ 550,00, para pessoas com deficiência media ou grave. Terá direito ao auxílio quem estiver inscrito no Benefício de Prestação Continuada (BPC) e conseguir um emprego com carteira assinada.

O que é o Auxílio-Inclusão?

O Auxílio-Inclusão é um benefício de caráter assistencial que será validado em outubro de 2021 para as pessoas com alguma deficiência de teor moderado e/ou grave, que tem a sua inscrição no Benefício de Prestação Continuada (BPC) e, posteriormente, conseguirem um emprego de caráter formal, ou seja, com a carteira assinada. 

O valor do Auxílio-Inclusão será o preço que equivale a 50% do valor do BPC, ou seja, será pago R $550,00 para cada um dos beneficiários pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) a partir do 1° dia útil de outubro de 2021.

Auxílio-Inclusão começará a ser pago no próximo mês

Fonte/Reprodução: Original

Apesar de sua recente criação no ano de 2021, o Auxílio-Inclusão já estava previsto na Lei brasileira de Inclusão, que também é conhecida como Estatuto da Pessoa com Deficiência.

O que é preciso para garantir o direito ao Auxílio-Inclusão?

Para você ter o seu direito garantido ao pagamento do Auxílio-Inclusão, é necessário que você cumpra com os seguintes requisitos listados abaixo:

  • Estar recebendo o pagamento do Benefício de Prestação Continuada (BPC) e passar a exercer um serviço remunerado de limitação a dois salários mínimos, o que corresponde o valor de R$ 2.200,00;
  • Ser uma pessoa do Regime Geral de Previdência Social ou com alguma filiação ao regime de Previdência Social da União, dos Estados, do Distrito Federal ou dos Municípios.
  • Ter atualizado a sua inscrição Cadastro Único (CadÚnico) na hora em que solicitar o pedido do pagamento do Auxílio-Inclusão, assim como manter o seu Cadastro de Pessoa Física (CPF) atualizado;
  • Atender a todas as normas do sistema de manutenção do Benefício de Prestação Continuada (BPC), que correspondem à comprovação da renda familiar mensal, que é um documento necessário para a garantia do acesso ao benefício.

Será retirado do Benefício de Prestação Continuada (BPC), a pessoa com deficiência que conseguir um trabalho com carteira assinada. Porém, será garantido a ela, o pagamento de R $550 do Auxílio-Inclusão, além do recebimento de seu salário mensal através de sua prestação de serviços dado no trabalho.

Segundo o Governo Federal, o Auxílio-Inclusão tem o funcionamento de caráter incentivador, para que as pessoas com deficiência entrem para o mercado de trabalho.

O Ministério da Cidadania garante que, em caso de perda do emprego e consequentemente não tenha renda necessária para o seu sustento, a pessoa retorna de um modo automático a ser um beneficiário do Benefício de Prestação Continuada (BPC), sem a necessidade de precisar por novas avaliações para saber se tem garantia ao benefício.

Fora apresentado aqui o que você precisa saber a respeito do Auxílio-Inclusão.

Outros artigos

Carnaval 2016: O que levar na bagagem?

11/01/2016

Carnaval 2016: O que levar na bagagem?

Saiba mais sobre o carnaval 2016: o que levar na bagagem. O carnaval está se aproximando e milhares de brasileiros vão aproveitar essa época do ano para viajar. Enqu...

SENAC 2011 – Curso Livre de Hair Stylist

10/09/2011

SENAC 2011 – Curso Livre de Hair Stylist

Este curso trata das técnicas usadas para diagnosticar qual o melhor cabelo para cada cliente, levando alguns tópicos em consideração, tais como, formato do rost...

Maquiagem borrada, como corrigir

26/12/2014

Maquiagem borrada, como corrigir

Saiba tudo sobre maquiagem borrada, como corrigir e manter os traços do rosto impecáveis. Truques simples ajudam a reparar borrões do make-up e, com isso, evitam con...