Aprovado Auxílio Gás que pretende atender 2 milhões de famílias

Felipo Bellini 29/10/2021 Notícias

Na Câmara dos Deputados foi aceita na última quarta-feira (27), a criação do programa assistencial intitulado Auxílio Gás. Essa medida vem para atender pessoas com renda baixa que atualmente não podem arcar com os custos do botijão de gás.

Aprovado Auxílio Gás que pretende atender 2 milhões de famílias

Fonte/Reprodução: original

Com a alta dos preços no cenário brasileiro, o programa assistencial se propõe a cobrir 40% do preço atual do botijão de gás. O texto está em andamento para a aprovação presidencial.

Quem e quantas pessoas serão atendidas pelo novo Auxílio?

Nomeado de Auxílio Gás, o programa prevê custear gás de cozinha para pelo menos dois milhões de famílias inscritas no Cadastro único (CadÚnico), com renda menor ou igual a meio salário-mínimo. Também serão beneficiados aqueles que atualmente estejam morando na mesma residência de um beneficiário do BPC (Benefício de Prestação Continuada).

O auxílio será atribuído preferencialmente às famílias que tenham em seu núcleo mulheres que foram vítimas de violência doméstica e são atualmente mantidas em monitoramento por alguma medida protetiva. O valor do auxílio dará preferência a ser pago para mulheres que são responsáveis pela família.

Qual será o valor do benefício?

Esse benefício terá o valor correspondente à metade do preço nacional do botijão de 13kg. Atualmente o gás de cozinha atingiu o preço de R $98,07. Ele terá previsão de pagamento por pelo menos cinco anos a contar da abertura dos créditos orçamentários.

Estima-se que o auxílio gás terá um custo médio de R $592 milhões e será custeado através de royalties pertencentes à União na produção de petróleo e gás natural.

É pedido pelo deputado Christino Áureo (PP-RJ) que o governo consiga sancionar a proposta rapidamente. A matéria em questão estava em análise no mês de setembro, mas houve mudanças em seu texto base, então voltou para voto na Câmara. Agora, a proposta aguarda a aprovação do presidente Jair Bolsonaro.

Com os preços em alta, famílias de baixa renda vêm sendo levadas a optar por outros meios que substituam o gás de cozinha. Há quem utilize álcool e fogão a lenha na hora de cozinhar. Esses meios alternativos vêm trazendo uma série de consequências graves a quem os utiliza, entre eles são citados problemas pulmonares e acidentes com queimaduras.

O auxílio Gás vem com o intuito de diminuir esses índices, facilitando para que as famílias que atendam aos requisitos tenham acesso ao gás e não corram riscos ao utilizar outros meios na preparação dos alimentos.

Outros artigos

Fotos de Decoração de Lojas

04/05/2010

Fotos de Decoração de Lojas

Que nós somos um país consumista todo mundo sabe não é mesmo? Porém, muitos não sabem da onde que vem essa essência consumista de comprar tudo que vê em vitrines por...