Alimentos que estão com excesso de agrotóxicos

Os agrotóxicos são produtos que alteram a composição da flora, com a finalidade de protegê-la da ação de pragas. Alguns produtos agrícolas, no entanto, estão apresentando índice de toxicidade bem além do aceito pela Anvisa.

O pimentão é o alimento com maior nível de agrotóxico. (Foto:Divulgação)

Os alimentos com excesso de agrotóxico

Nesta quarta-feira (30), a ANVISA (Agência de Vigilância Sanitária), declarou que 28% dos alimentos apresentam níveis de agrotóxico acima do permitido. Os produtos alimentícios foram avaliados pelo Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos de Alimentos (Para).

A pesquisa da Anvisa trabalhou com 2.488 amostras de 18 alimentos de todos os lugares do país, com exceção ao estado de São Paulo, que tem o seu próprio sistema de análise.

Ao avaliar as amostras, os cientistas descobriram que 24.3% dos alimentos estavam em situação irregular com relação à quantidade de agrotóxico autorizada. Já 1.7% tinham níveis acima do estipulado pela Anvisa. Das amostras analisadas, 1.9% apresentavam as duas irregularidades ao mesmo tempo.

O morango também surpreende com a sua toxicidade. (Foto:Divulgação)

Das amostras de pimentão avaliadas pela pesquisa, 91.2% apresentaram irregularidades. Desta forma, o fruto foi considerado o alimento com mais agrotóxico acima do permitido. A segunda posição no ranking ficou com o morango, que obteve uma porcentagem de 63,4%.

Vários motivos estão relacionados à alta da contaminação do pimentão, que de um ano para o outro aumentou 80%. Luiz Cláudio Meirelles, gerente geral de toxicologia da Anvisa, explicou que a planta está mais sujeita a ação dos fungos, por isso o controle das pragas costuma ser maior.

Lista dos alimentos com excesso de agrotóxico

O pepino é o terceiro com mais agrotóxico. (Foto:Divulgação)

Confira a seguir a lista de alimentos com excesso de agrotóxico e a respectiva porcentagem de irregularidade de cada um deles.

Pimentão: 91,8%
– Morango: 63,4%
– Pepino: 57,4%
– Alface: 54,2%
– Cenoura: 49,6%
– Abacaxi: 32,8%
– Beterraba: 32,6%
– Couve: 31,9%
– Mamão: 30,4%
– Tomate: 16,3%
– Laranja: 12,2%
– Maça: 8,9%
– Arroz: 7,4%
– Feijão: 6,5%
– Repolho: 6,3%
– Manga: 4%
– Cebola: 3,1%
– Batata: 0%

Como evitar a ingestão de agrotóxicos?

Como os produtos não são obrigados a informar os níveis de agrotóxicos na embalagem, se torna complicado para o consumidor distinguir as frutas, legumes e verduras com excesso de aditivos tóxicos.

Confira a seguir algumas dicas para evitar o consumo de alimentos que estão com excesso de agrotóxicos:

• Lave bem os alimentos, principalmente sem a casca.

• Deixe os alimentos de molho por pelo menos 20 minutos na água sanitária e depois lave-os com água corrente.

• Opte sempre por produtos da estação.

•Previra comprar alimentos orgânicos.

Reply