Entenda a importância de pais e filhos comerem juntos

Para muitas pessoas, a imagem de uma família reunida à mesa é algo totalmente distante da realidade e digna de um comercial de TV,…

Por Editorial MDT em 22/12/2012

Para muitas pessoas, a imagem de uma família reunida à mesa é algo totalmente distante da realidade e digna de um comercial de TV, entretanto, sentar à mesa para comer junto com a família é uma prática aparentemente tola, mas que, segundo especialistas, é capaz de mudar completamente as relações familiares.  Fique por dentro do assunto e entenda a importância de pais e filhos comerem juntos.

Veja dicas de como lidar com filhos adolescentes.

Ter refeições em família é um hábito muito importante. (Foto: divulgação)

Estudo mundial do hábito alimentar

A importância da alimentação em família é tão grande que a Unilever, famosa empresa multinacional presente na alimentação de mais de 320 milhões de pessoas ao redor do mundo, decidiu realizar um estudo, analisando os impactos positivos das refeições familiares de qualidade, com a finalidade de traçar um perfil do comportamento de brasileiros e pessoas de outros 12 países na hora da alimentação.

Impacto positivo das refeições em família

A conclusão do estudo não poderia ser diferente, pois mostrou que o hábito de comer em família é capaz de causar profundas mudanças na vida das pessoas, promovendo benefícios em diversos aspectos, englobando o bem-estar físico, mental, social, emocional e nutricional.

Dividir a mesa com entes queridos é um hábito que estimula a alegria e o aprendizado de crianças, contribuindo, consequentemente, para melhor saúde e maior desenvolvimento do vocabulário e desempenho escolar.

A televisão vem ocupando o tempo do diálogo familiar. (Foto: divulgação)

Um benefício nutricional que ficou evidente é o fato de que pessoas que costumam comer em família apresentaram o consumo muito superior de produtos naturais e saudáveis, chegando a atingir o índice de duas porções diárias a mais de frutas e vegetais.

Entenda como educar os filhos sem palmadas.

Resultados da pesquisa

Apesar da infrequência desse costume nas famílias modernas, a pesquisa revelou que, independente da classe social ou da nacionalidade, as famílias ainda consideram o hábito de comer reunidos como sendo muito importante para a sociedade. 79% dos brasileiros entrevistados declararam que esse é o melhor momento para estar junto da família, enquanto que 93% dos paulistanos referiram ser esse o principal momento de conversar com os filhos.

Infelizmente, o diálogo no momento das refeições, que seria fundamental para garantir a qualidade do momento em família, fica em segundo plano e acaba sendo substituído pela televisão, que é muito presente em todo mundo.

De acordo com a pesquisa, a mulher brasileira prefere fazer pratos simples, sem medidas ou ingredientes complicados, mas, ainda assim, 59% das mulheres encaram o ato de cozinhar como sendo uma obrigação. Para elas, mais importante que o sabor do prato, é a oportunidade de estar junto da família, além de receber elogios e ser valorizada pelo trabalho, mostrando que as refeições possuem grande carga emocional.

As refeições em família costumam durar cerca de 30 minutos, são realizadas aproximadamente seis vezes na semana e são consideradas por 85% dos entrevistados como um momento de prazer. Os assuntos mais comentados à mesa são o comportamento dos filhos e planos para o futuro.

Saiba como conviver com o enteado.

Para as mulheres, mais importante que o sabor do prato é o fato de poder estar junto da família. (Foto: divulgação)

Os momentos das refeições são muito mais do que a oportunidade de se alimentar e servem para regular hábitos sociais, alimentares e o comportamento individual. Comer em família é um costume que traz diversos benefícios e que, apesar de ter sido deixado de lado por parte da sociedade moderna, ainda não perdeu seu reconhecimento como sendo um dos momentos mais importantes de interação social.

Top