Acompanhamento Bolsa Família de saúde

O acompanhamento Bolsa Família de saúde é um dos benefícios oferecidos às famílias que participam do famoso programa de transferência de renda do governo federal, com o objetivo de garantir melhores condições de saúde aos beneficiários.

Acompanhamento Bolsa Família de saúde (Foto Ilustrativa)

Acompanhamento Bolsa Família de saúde (Foto Ilustrativa)

Acompanhar a saúde dos participantes é uma das ações promovidas pelo Bolsa Família, programa criado em 2003 com o objetivo de diminuir a desigualdade social, garantindo o acesso das famílias que vivem na pobreza ou na extrema pobreza aos principais serviços básicos.

As ações de saúde do Bolsa Família são desenvolvidas em parceria com o Sistema Único de Saúde (SUS), cujos profissionais atendem aos participantes do programa, fazendo o acompanhamento constante das famílias, verificando as condições de nutrição e prevenindo doenças, entre outras atitudes.

Segundo dados, o Bolsa Família já atendeu o total de 8,7 milhões de famílias no quesito acompanhamento da saúde, o que representar mais de 75% do total das famílias que possuem perfil para o acompanhamento.

Entre todo o público acompanhado, 99,5% das gestantes e 98,9% das crianças cumpriram todas as obrigatoriedades de saúde do programa. Esse percentual representa o total de mais de 5 milhões de crianças até 7 anos, todas com as vacinas em dia, além de mais de 390 mil grávidas que realizaram o pré natal da maneira indicada.

O programa garante para as pessoas o correto atendimento para à saúde, além de todo o acesso necessário. Isso faz com que não somente as pessoas que tem o atendimento destinado recebem os cuidados, mas sim toda a família quando finalmente estão no postinho de saúde.

Acompanhamento Bolsa Família de saúde

As gestantes beneficiárias do Bolsa Família são acompanhadas por profissionais do SUS (Foto Ilustrativa)

As gestantes beneficiárias do Bolsa Família são acompanhadas por profissionais do SUS (Foto Ilustrativa)

O acompanhamento de saúde do Bolsa Família realiza o atendimento aos beneficiários do projeto para verificar as condições de saúde da família e saber se elas estão cumprindo as condicionalidades de saúde para continuar a receber o benefício.

Os serviços de saúde Bolsa Família incluem o acompanhamento do crescimento e desenvolvimento infantil, a atualização do calendário de vacinas e a realização de pré-natal nas gestantes, entre outras coisas.

As crianças recém nascidas e de até 7 anos devem ser pesadas, medidas e ter o calendário de vacinação sempre atualizado, além disso, mulheres entre 14 até 44 anos também devem fazer o acompanhamento do pré natal. O Sistema Único de Saúde (SUS) faz de tudo para garantir que as condições básicas de nutrição e prevenção de doenças sejam realizadas.

No caso das crianças, são avaliadas a imunização e o desenvolvimento nutricional (Foto Ilustrativa)

No caso das crianças, são avaliadas a imunização e o desenvolvimento nutricional (Foto Ilustrativa)

Dessa forma, é possível verificar se as crianças estão tendo uma alimentação adequada, se estão imunizadas e se as grávidas estão tendo uma gestação normal, dados que podem ser utilizados, por exemplo, para traçar o perfil de cada região e identificar vulnerabilidades que mereçam maior atenção do poder público.

Quem pode participar do Bolsa Família na Saúde? O público-alvo das ações está nas famílias com crianças de até 7 anos, mulheres com idade entre 14 e 44 anos e gestantes.

Segundo o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), o acompanhamento feito pelo programa do Bolsa Família vai muito além de somente o pré natal e as vacinas. Ele também aponta outras vulnerabilidades como má alimentação, condições de saúde, doenças e muito mais.

Há o estabelecimento por meio de um calendário de acompanhamento de saúde do Bolsa Família, por meio das datas pré definidas, os gestores municipais vão planejando todas as visitas domiciliares ou de mobilização nas unidades básicas de saúde (UBS). Essas visitas e averiguações são realizadas a cada 6 meses de acordo com as demandas de cada local.

Bolsa Família na Saúde condicionalidades

As famílias que não cumprirem as condicionalidades podem ter o benefício suspenso (Foto Ilustrativa)

As famílias que não cumprirem as condicionalidades podem ter o benefício suspenso (Foto Ilustrativa)

As condicionalidades do Bolsa Família na área de saúde incluem a participação em atividades educativas e a realização de pré-natal nas unidades do SUS, para as gestantes, e a imunização e a verificação do estado nutricional e de desenvolvimento, para as crianças.

Essas condições são verificadas a cada seis meses, e em caso de descumprimento, as famílias estão sujeitas a algumas sanções, que vão desde advertência ao cancelamento do Bolsa Família.

Leia mais sobre esse e outros assuntos navegando pelo Mundo das Tribos.

Quem pode fazer parte do Bolsa Família?

A população destino do Bolsa Família são as pessoas que estão em situação de pobreza ou em extrema pobreza. São consideradas extremamente pobres, quem  tem renda mensal de até R$89 por pessoa, já pobres são aquelas que tem renda mensal de até R$178 por pessoa. Para participar do programa, essas famílias devem ser compostas de gestantes e crianças ou adolescentes com idade entre 0 até 17 anos.

A família precisa estar candidatada no programa por meio do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, sempre com os dados atualizados por pelo menos 2 anos. Caso atenda aos pré requisitos estabelecidos pelo Bolsa Família e ainda não estejam inscritos, é indicado que procure o responsável pelo programa na sua cidade para então se inscrever no Cadastro Único.

O cadastramento é considerado um pré requisito, porém não implica na entrada imediata das famílias no programa, nem no recebimento mensal. É feito de forma mensal uma avaliação pelo Ministério do Desenvolvimento Social, selecionando assim as famílias que podem ser incluídas para então receber o benefício.

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Reply