7 dicas para tratar queimaduras

As queimaduras térmicas fazem parte dos acidentes domésticos mais frequentes e, ainda assim, a maioria das pessoas não sabe como proceder mediante essa situação.…

As queimaduras térmicas fazem parte dos acidentes domésticos mais frequentes e, ainda assim, a maioria das pessoas não sabe como proceder mediante essa situação. A escaldadura é a causa número um de acidentes com crianças menores de 5 anos, e por isso é de extrema importância que os pais se mantenham antenados e saibam prestar os primeiros socorros. Esclareça as principais dúvidas sobre o assunto e confira 7 dicas para tratar queimaduras.

Veja dicas de como proceder em casos de queimadura.

A queimadura é uma das principais causas de acidentes domésticos. (Foto: divulgação)

O que são as queimaduras

Queimaduras são lesões cutâneas causadas pela ação do calor ou do frio (queimadura térmica), agentes químicos (queimaduras químicas), descargas elétricas (queimaduras elétricas) e pelo veneno de animais e plantas (queimadura biológica).

As queimaduras podem ser classificadas de acordo com a profundidade da lesão:

  • Queimadura de primeiro grau

Apenas a epiderme, camada mais superficial da pele, é lesada. Acidentes dessa natureza costumam cursar com eritema local, edema e intensa sensação de ardência. Nesse tipo de queimadura não ocorre formação de bolhas. Um exemplo típico de queimadura de primeiro grau é a causada pela exposição solar.

  • Queimadura de segundo grau

Nesse tipo de queimadura ocorre lesão de toda epiderme e parte da derme. Sua principal característica é a formação de bolhas, que são repletas de um líquido seroso, que ajuda a proteger a região contra traumas mecânicos.

  • Queimadura de terceiro grau

É a queimadura mais profunda, pois atravessa toda a epiderme e derme, podendo atingir as fibras musculares. Na queimadura de terceiro grau não há formação de bolhas, pois as camadas mais superficiais são imediatamente destruídas. Surpreendentemente, nesse tipo de acidente as vítimas não se queixam de dor, pois todas as terminações nervosas locais, responsáveis pela nocicepção, também são destruídas. Em situações extremas é possível que a lesão atinja vísceras e ossos.

A incidência de queimaduras em crianças é muito grande. (Foto: divulgação)

7 dicas para tratar queimaduras

Confira 7 dicas que ajudam a tomar as decisões corretas no tratamento de queimaduras térmicas:

  1. É necessário remover imediatamente qualquer roupa ou tecido que esteja na área queimada. Entretanto, caso o pano esteja grudado na pele, é melhor não tentar tirá-lo;
  2. Resfrie a região queimada em água corrente ou numa vasilha de água fria durante 20 minutos ou até que a dor diminua. Isso ajuda a evitar a progressão da lesão tecidual;
  3. Dê algum analgésico para diminuir a dor e, assim, acalmar a vítima de queimadura. A dipirona e o paracetamol são opções que a maioria das famílias possui em casa;
  4. Cubra a região queimada com cuidado, utilizando um plástico filme ou um saco plástico limpo. É importante apenas cobrir a área, e não enrolá-la. Essa medida ajuda a evitar infecções secundárias;
  5. É fundamental se lembrar de que, caso a queimadura seja maior do que a palma da mão da vítima ou estiver localizada no rosto ou em regiões articulares, é necessário se dirigir ao pronto-socorro para realizar avaliação médica;
  6.  Nunca utilize pomadas, cremes ou qualquer outro produto nas queimaduras, a não ser por orientação médica;
  7.  Em caso de dúvida, não hesite em ligar para o médico da família e explicar o tipo de queimadura e a gravidade da lesão. Caso seja necessário, também é possível ligar para os bombeiros (193) ou para o SAMU (192). Se não estiver disponível nenhum telefone, o jeito é levar a vítima ao hospital mais próximo.

Veja algumas sugestões de tratamentos caseiros para queimadura.

Os pais não devem evitar em chamar assistência especializada. (Foto: divulgação)

As queimaduras são problemas comuns que geralmente ocorrem em ambientes domésticos. Esse tipo de acidente tem incidência muito elevada em crianças e, infelizmente, nem todos os pais sabem exatamente o que fazer mediante tal situação. Vale a pena seguir as dicas para acertar na tomada de decisões e garantir a segurança da vítima de queimadura.

Top