Você está em: MundoDasTribos > Notícias > Economia> 5 formas de não ficar sem dinheiro mesmo desempregado

5 formas de não ficar sem dinheiro mesmo desempregado

Por Isah

Conheça 5 formas de não ficar sem dinheiro mesmo desempregado, através de medidas simples e acessíveis de economia. O momento não é nada favorável para gastar, principalmente para quem está fora do mercado de trabalho. Portanto, é preciso controlar as despesas e encontrar formas de aumentar a renda.

5 formas de não ficar sem dinheiro mesmo desempregado. (Foto Ilustrativa)

Desemprego no Brasil oferece cautela

O Brasil está enfrentando um momento bem difícil, afinal, muitas empresas estão sendo impactadas pela crise econômica e por isso estão aumentando o número de desligamentos. Com tantas pessoas à mercê do desemprego, a vida financeira vem sendo repensada de forma urgente e cautelosa.

De acordo com uma pesquisa realizada pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), o Brasil está sofrendo com milhares de demissões. A cada mês novos números são informados de demissões. Essa crise faz com que as pessoas tenham mais cautela com os gastos e faça maior economia.

5 formas de não ficar sem dinheiro mesmo desempregado

Separamos 5 formas de não ficar sem dinheiro mesmo desempregado. Confira:

Ganhe dinheiro fazendo bicos. (Foto Ilustrativa)

1. Faça bicos

O seu seguro desemprego não vai durar para sempre, portanto, é preciso adotar formas de ganhar dinheiro enquanto a oportunidade de trabalho formal não aparecer. Existem muitas formas de fazer “bicos”, só é preciso visualizar uma boa chance.

Se você tem uma caminhonete, por exemplo, pode aproveitar o tempo livre para realizar serviços de frete na cidade. Por outro lado, se adora cozinhar, pode pegar encomendas de doces e salgadinhos para festas. Enfim, existem muitas oportunidades de negócios à sua espera.

2. Priorize os gastos essenciais

Para não ficar sem dinheiro no final do mês, é muito importante fazer escolhas na hora de aplicar a sua renda. Dê sempre preferência aos gastos essenciais, ou seja, aqueles que estão relacionados as contas do lar, alimentação e saúde. Também é muito importante evitar os gastos supérfluos, isto é, com viagens, saídas aos finais de semana.

Priorize os gastos essenciais. (Foto Ilustrativa)

3. Pague à vista

Muitas pessoas acabam caindo na armadilha do cartão de crédito, mesmo estando desempregadas. Elas usam esse recurso para realizar compras parceladas e se esquecem de que o seguro desemprego não vai durar para sempre. Para poupar dinheiro, o ideal é cancelar todos os cartões de crédito e comprar sempre à vista.

 

É muito importante não fazer mais dívidas. (Foto Ilustrativa)

4. Junte, mesmo se for pouco

Em tempos de dificuldades financeiras, é sempre melhor juntar do que gastar. Portanto, se tiver algum dinheiro sobrando, guarde no cofrinho ou na poupança. Não saia por aí comprando coisas por impulso.

Juntar dinheiro e economizar é fundamental no desemprego (Foto: Divulgação)

5. Tenha uma vida mais econômica

A última dica, talvez a mais importante de todas, é adotar uma vida mais econômica. Existem medidas simples que podem ser de grande ajuda nesse sentido, como aderir ao transporte público, poupar energia elétrica, aproveitar as promoções do supermercado, caminhar ao invés de ir à academia, levar lanche de casa ao invés de comer fora, entre outras.

Coloque em prática essas 5 formas de não ficar sem dinheiro mesmo desempregado e não passe por dificuldades em tempo de crise. Continue no Mundo das Tribos e veja outras dicas para fazer economia.

 

 

Recomendado para você
Comentários
  1. […] Venda produtos usados: separe aquilo que você já não precisa mais e anuncie em sites como o OLX, Mercado Livre e Enjoei. Você pode anunciar também em seu próprio perfil em redes sociais, tais como o Facebook, Instagram, ou até mesmo em um grupo do WhatsApp. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *