Educação

Novas Regras Ortográficas da Lingua Portuguesa

As Novas Regras Ortográficas da Língua Portuguesa foram criadas com o objetivo de unificar o idioma, que é falado no Brasil, em Portugal e alguns países africanos, como Angola e Moçambique. O acordo ortográfico já está em vigor desde 2009, sendo que a partir de 2013 as normas antigas foram totalmente abolidas. Em outras palavras, o período de adaptação foi de 4 anos.

Novas Regras Ortográficas da Língua Portuguesa. (Foto: Divulgação)

As mudanças na Língua Portuguesa representam uma tentativa de fortalecer a o idioma, fazendo como acontece com a língua inglesa, que trabalha com regras unificadas. Para facilitar o seu entendimento, elaboramos um resumo do acordo ortográfico com as regras da nossa nova ortografia de agora em diante.

Como estudar a nova ortografia?

Grande parte dos brasileiros estudou português durante um bom tempo por meio das regras antigas de ortografia. Desta forma, fica difícil abandonar os velhos hábitos de escrita sem resolver muitos exercícios ou dispor de um conteúdo explicativo completo. Para esclarecer todas as dúvidas a respeito do acordo ortográfico, vale à pena apostar em um curso online sobre o assunto.

O site IPED tem o curso online de novas regras ortográficas, por 30 dias, com carga de 80 horas. Os alunos pagam apenas 12 parcelas de R$ 6,66 para ter acesso a um conteúdo interativo, palestras ao vivo, acompanhamento pedagógico e certificado impresso e entregue em casa. Quem não tem como pagar um curso à distância pode estudar através do guia prático da nova ortografia Mundo das Tribos.

Novas Regras Ortográficas da Língua Portuguesa

São poucas as mudanças, mas é importante estudá-las. (Foto: Divulgação)

Confira a seguir as novas regras ortográficas da Língua Portuguesa:

– ALFABETO

Nova Regra: O alfabeto será formado por 26 letras

• Como era

As letras “k”, “w” e “y” não são consideradas integrantes do alfabeto

• Como é

Essas letras serão usadas em unidades de medida, nomes próprios, palavras estrangeiras e outras palavras em geral. Exemplos: km, kg, watt, playground, William, Kafka, kafkiano.

– TREMA

Nova regra: Não existirá mais o trema na língua portuguesa. Será mantido apenas em casos de nomes estrangeiros. Exemplo: Muller, mülleriano.

• Como era

Agüentar, conseqüência, cinqüenta, freqüência, tranqüilo, lingüiça, bilíngüe.

• Como é

Aguentar, consequência, cinquenta, frequência, tranquilo, linguiça, bilíngue.

– ACENTUAÇÃO – DITONGOS “EI” E “OI”

Nova regra: Os ditongos abertos “ei” e “oi” não serão mais acentuados em palavras paroxítonas

• Como era

Assembléia, platéia, idéia, colméia, boléia, Coréia, bóia, paranóia, jibóia, apóio, heróico, paranóico

• Como é

Assembleia, plateia, ideia, colmeia, boleia, Coreia, boia, paranoia, jiboia, apoio, heroico, paranoico.

Observação: Nos ditongos abertos de palavras oxítonas terminadas em éi, éu e ói e monossílabas o acento continua: herói, constrói, dói, anéis, papéis, troféu, céu, chapéu.

– ACENTUAÇÃO – “I” E “U” FORMANDO HIATO

Nova regra: Não se acentuarão mais “i” e “u” tônicos formando hiato quando vierem depois de ditongo.

• Como era

baiúca, boiúna, feiúra, feiúme, bocaiúva

• Como é

baiuca, boiuna, feiura, feiume, bocaiuva

Obs. 1: Se a palavra for oxítona e o “i” ou “u” estiverem em posição final o acento permanece: tuiuiú, Piauí.

Obs. 2: Nos demais “i” e “u” tônicos, formando hiato, o acento continua. Exemplo: saúde, saída, gaúcho.

A reforma ortográfica veio com a proposta de unificar a língua. (Foto: Divulgação)

– HIATO

Nova regra: Os hiatos “oo” e “ee” não serão mais acentuados

• Como era

enjôo, vôo, perdôo, abençôo, povôo, crêem, dêem, lêem, vêem, relêem

• Como é

enjoo, voo, perdoo, abençoo, povoo, creem, deem, leem, veem, releem

– PALAVRAS HOMÔNIMAS

Nova regra: Não existirá mais o acento diferencial em palavras homônimas (grafia igual, som e sentido diferentes)

• Como era

Pára/para, péla/pela, pêlo/pelo, pêra/pera, pólo/polo

• Como é

para, pela, pelo, pera, polo

Obs. 1: O acento diferencial ainda permanece no verbo poder (pôde, quando usado no passado) e no verbo pôr (para diferenciar da preposição por).

Obs. 2: É facultativo o uso do acento circunflexo para diferenciar as palavras forma/fôrma. Em alguns casos, o uso do acento deixa a frase mais clara. Exemplo: Qual é a forma da fôrma da torta?

Veja também: Educação: Mudanças Novo Acordo Ortográfico

– HÍFEN – “R” E “S”

Nova regra: O hífen não será mais utilizado em prefixos terminados em vogal seguida de palavras iniciadas com “r” ou “s”. Nesse caso, essas letras deverão ser duplicadas.

• Como era

ante-sala, auto-retrato, anti-social, anti-rugas, arqui-rival, auto-regulamentação, auto-sugestão, contra-senso, contra-regra, contra-senha, extra-regimento, infra-som, ultra-sonografia, semi-real, supra-renal.

• Como é

antessala, autorretrato, antissocial, antirrugas, arquirrival, autorregulamentação, autossugestão, contrassenso, contrarregra, contrassenha, extrarregimento, infrassom, ultrassonografia, semirreal, suprarrenal.

– HÍFEN – MESMA VOGAL

Nova Regra: O hífen será utilizado quando o prefixo terminar com uma vogal e a segunda palavra começar com a mesma vogal.

• Como era

antiibérico, antiinflamatório, antiinflacionário, antiimperialista, arquiinimigo, arquiirmandade, microondas, microônibus.

• Como é

anti-ibérico, anti-inflamatório, anti-inflacionário, anti-imperialista, arqui-inimigo, arqui-irmandade, micro-ondas, micro-ônibus.

– HÍFEN – VOGAIS DIFERENTES

Nova regra: O hífen não será utilizado quando o prefixo terminar em vogal diferente da que inicia a segunda palavra.

• Como era

auto-afirmação, auto-ajuda, auto-aprendizagem, auto-escola, auto-estrada, auto-instrução, co-autor, contra-exemplo, contra-indicação, contra-ordem, extra-escolar, extra-oficial, infra-estrutura, intra-ocular, intra-uterino, neo-expressionista, neo-imperialista, semi-aberto, semi-árido, semi-automático

• Como é

autoafirmação, autoajuda, autoaprendizagem, autoescola, autoestrada, autoinstrução, coautor, contraexemplo, contraindicação, contraordem, extraescolar, extraoficial, infraestrutura, intraocular, intrauterino, neoexpressionista, neoimperialista, semiaberto, semiárido, semiautomático.

Obs.: A regra não se encaixa quando a palavra seguinte iniciar por h: anti-herói, anti-higiênico, extra-humano, semi-herbáceo.

– HÍFEN – MESMA VOGAL

Nova Regra: O hífen será utilizado quando o prefixo terminar com uma vogal e a segunda palavra começar com a mesma vogal.

• Como era

antiibérico, antiinflamatório, antiinflacionário, antiimperialista, arquiinimigo, arquiirmandade, microondas, microônibus.

• Como é

anti-ibérico, anti-inflamatório, anti-inflacionário, anti-imperialista, arqui-inimigo, arqui-irmandade, micro-ondas, micro-ônibus.

– HÍFEN – VOGAIS DIFERENTES

Nova regra: O hífen não será utilizado quando o prefixo terminar em vogal diferente da que inicia a segunda palavra.

• Como era

auto-afirmação, auto-ajuda, auto-aprendizagem, auto-escola, auto-estrada, auto-instrução, co-autor, contra-exemplo, contra-indicação, contra-ordem, extra-escolar, extra-oficial, infra-estrutura, intra-ocular, intra-uterino, neo-expressionista, neo-imperialista, semi-aberto, semi-árido, semi-automático

• Como é

autoafirmação, autoajuda, autoaprendizagem, autoescola, autoestrada, autoinstrução, coautor, contraexemplo, contraindicação, contraordem, extraescolar, extraoficial, infraestrutura, intraocular, intrauterino, neoexpressionista, neoimperialista, semiaberto, semiárido, semiautomático.

Obs: A regra não se encaixa quando a palavra seguinte iniciar por h: anti-herói, anti-higiênico, extra-humano, semi-herbáceo.

Fonte: Cláudia Beltrão, professora de português da Central de Concursos

Ainda tem dúvidas? Então assista o vídeo abaixo:

Agora que você já conhece as novas regras ortográficas da Língua Portuguesa, faça exercícios e procure se habitar a usar em seu dia a dia, dessa forma irá incorporá-la com naturalidade na fala e escrita. Lembre-se de que o acordo ortográfico já está valendo e sendo cobrado tanto no Enem como em todos os vestibulares.

Recomendado para você

Comentários

18 respostas para “Regras ABNT atualizadas para TCC e Monografias 2017”

  1. Karla disse:

    Maycon vamos atualizar sim com mais fotos e modelos.

  2. Karla disse:

    Amanda isso irá depender da tipagem do arquivo que irá precisar redigir.

  3. TCC disse:

    Adorei as dicas! Vai ajuda muito no meu trabalho!

    Obrigado

    Ana Dia Alcantara
    Estudante de Direito

  4. Lucas Aquino disse:

    Na verdade não mudou nada praticamente. São as mesmas normas que conhecemos a um bom tempo.

  5. Amanda Damasceno de Souza disse:

    Olá Tudo bem? Não entendi a mudança em relação ao espaçamento entre parágrafos. Poderia explicar melhor? Agora é preciso ter um espaço entre cada parágrafo do texto?
    Obrigada
    Amanda

  6. Clarice disse:

    Texto simples e útil. Obrigada!

  7. Giovanna Santos Nogueira S2 disse:

    Muito obrigada!! me ajudou muito!

  8. Maycon Sousa Lima disse:

    POR FAVOR ! COLOQUE MAIS EXEMPLOS COM FOTOS !
    COLOQUE UM TRABALHO COMPLETO USANDO AS NORMAS DA ABNT ATUALIZADAS !
    POR FAVOR!

  9. Ádria Beatriz Ferreira Bispo disse:

    Mas e quando for um título? Qual o tamanho da letra? Porque se for a 12, vai ficar igual aos outros textos de baixo…

  10. Iago disse:

    Seria possível você disponibilizar um modelo com esta regras para eu baixar?

  11. rita lima disse:

    Para trabalhos mensais pode ser adotado o mesmo padrão ?

  12. MARIA ILKA disse:

    É MUITO BOM ESSA MATÉRIA SOBRE AS REGRAS DA ABNT, INCLUSIVE, EU GOSTARIA QUE SE PUDESSEM ME ENVIASSE NESSE EMAIL, POIS ESTOU ESCREVENDO MEU TCC, E SERÁ MUITO INTERESSANTE PARA MIM. MUITO OBRIGADA

  13. Francisa alves disse:

    Muito obrigado este conteúdo tirou todas as minhas dúvidas

  14. Jani Bezerra disse:

    Parabéns!!
    Excelente e muito didático.
    Só um detalhe os elementos pós textuais estão iguais aos textuais.

    Obrigada

  15. bruno quina disse:

    obg ajudo muito

  16. José Luz disse:

    Ainda bem que existi essas fontes de informações que fica bem mais barato e mais acessível.

    Obrigado !

  17. ALDINER FONSECA DA SILVA disse:

    Olá, gostaria que mim envia-se o link da ABNT

  18. raquel disse:

    Umas dicas da ABNT, sobre como redigir trabalhos acadêmicos!
    Bom Proveito.

    Goreth

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *