Regras de inscrição para bolsas de estudo do Prouni 2013

Na última segunda-feira (31), o Ministério da Educação publicou no “Diário Oficial da União” algumas novas regras de inscrição para bolsas de estudo do…

Na última segunda-feira (31), o Ministério da Educação publicou no “Diário Oficial da União” algumas novas regras de inscrição para bolsas de estudo do Prouni 2013. O Programa Universidade Para Todos tem como objetivo distribuir bolsas de estudo em universidades particulares.

Nova nota de corte para participar do Prouni 2013 é de 450 pontos no Enem. (Foto:Divulgação)

Inscrição para o Prouni 2013: novidades

De acordo com o documento publicado pelo MEC na portaria nº27, os prazos de inscrição, seleção e matrícula serão divulgados no edital ainda neste mês de janeiro de 2013. O edital também vai constar o número de bolsas de estudo que serão oferecidas nesta edição do programa.

A principal mudança anunciada pelo MEC no “Diário Oficial da União” diz respeito à nota mínima no Enem para participar da seleção do Prouni 2013. Neste ano, os candidatos que pretendem disputar as bolsas de estudo no programa precisam ter nota igual ou acima de 450 pontos no Exame Nacional do Ensino Médio e não zerar na prova de redação. Em 2012, a nota de corte do Prouni foi de 400.

Informações sobre datas e número de bolsas serão divulgadas ainda neste mês de janeiro. (Foto:Divulgação)

Saiba mais: Prouni 2012: inscrições

Sobre o Prouni

O Prouni é um programa criado pelo Governo Federal com o objetivo de facilitar o acesso ao Ensino Superior. A iniciativa, que existe desde 2004, visa ajudar os alunos de baixa renda com uma oferta de bolsas integrais e parciais.

Apesar de alterar a sua nota mínima no Enem para inscrição, o Prouni continuará seguindo o mesmo processo para a seleção dos estudantes. Para ter direito a bolsa integral, o candidato precisa ter apresentado um bom desempenho no Enem e possuir uma renda familiar de até 1,5 salário mínimo. Já a bolsa parcial, que custeia metade da mensalidade, é voltada para os estudantes que sobrevivem com renda familiar entre 1,5 e três salários mínimos.

O Prouni oferece bolsas parciais e integrais. (Foto:Divulgação)

Além de ter prestado o Enem e apresentar uma renda familiar compatível com o programa, o candidato também precisa ter cursado o ensino médio completo em uma escola da rede pública ou como bolsista integral em uma instituição privada. Ele não deve ter diploma de ensino superior e nem estar matriculado em outra universidade.

Leia Também:  Resolução das Provas Enem 2015 (Prova Comentada)

Para fazer a inscrição, o estudante normalmente precisa escolher duas opções de curso em instituições conveniadas ao programa. Ele também deve informar os dados solicitados, como o número de inscrição no Enem 2012 e a senha cadastrada no sistema.

Caso o candidato não tenha uma nota suficiente para concorrer uma vaga na sua primeira opção de curso, ele automaticamente passa a disputar as oportunidades da segunda opção.

Mantenha-se informado sobre o Programa Universidade para Todos 2013 acessando o Portal Prouni.

Veja também: Motivos que podem levar a suspensão de bolsa do Prouni

Top