Menu

Saúde

Atualizado em 13 de junho de 2013, às 10:26 por Analu
Você está em: MundoDasTribos > Bem Estar > Hirsutismo: o que é, como tratar

Muitas mulheres são portadoras de hirsutismo. Saiba o que é e como tratar o hirsutismo.

Muitas mulheres são portadoras de um problema que afeta diretamente a autoestima delas, o hirsutismo. Este é o nome dado ao desenvolvimento de excesso de pelos com aspecto masculino, no rosto e no peitoral. Essa manifestação acaba trazendo muitos transtornos à vida das mulheres que apresentam o problema. São diversas as causas relacionadas com o hirsutismo, variando desde um distúrbio hormonal, até doenças mais graves. Saiba o que é hirsutismo e como trata-lo.

632574 Diante do hirsutismo é ideal buscar a orientação de um especialista. Foto divulgaçao Hirsutismo: o que é, como tratarDiante do hirsutismo é ideal buscar a orientação de um especialista. (Foto: divulgação)

O hirsutismo e suas diferentes manifestações

Dependendo da faixa etária em que o hirsutismo se manifesta, podemos determinar algumas doenças que são responsáveis pelo seu aparecimento. Conheça abaixo alguns exemplos.

  • Infância – o desenvolvimento de pelos ao nascer ou durante a infância, pode ser sinal de que o pequeno é portador de tumores funcionais ovarianos ou nas supra-renais. Ou pode ser que a crianças tenha ingerido algum medicamento que seja potencialmente androgênico (rico em hormônio masculino).
  • Puberdade – quando o hirsutismo surge associado a anovulação (ausência de ovulação) também pode ser sinal de que a adolescente é portadora de algum tipo de tumor de ovário ou que apresenta algum distúrbio hormonal.

Vale ressaltar que independente da época de manifestação do hirsutismo, as mulheres deverão passar por um processo de investigação, pesquisando o tempo de aparecimento do sinal, assim como a ocorrência ou não do desenvolvimento de caracteres sexuais femininos.

632574 O tratamento do hirsutismo é baseado na causa do problema. Foto divulgação Hirsutismo: o que é, como tratarO tratamento do hirsutismo é baseado na causa do problema. (Foto: divulgação)

Exames que colaboram com a investigação do problema

Diante do hirsutismo, o médico poderá solicitar a realização de alguns exames que ajudam a descobrir a causa do problema. Entre eles podemos citar:

  • Dosagem de testosterona sérica;
  • Dosagem sérica de androstenediona;
  • Dosagem do hormônio folículo estimulante (FSH);
  • Dosagem do hormônio luteinizante (LH);
  • 17-hidroxi-progesterona;
  • Prolactina;
  • Cortisol.

Saiba mais sobre o tratamento do hirsutismo

Uma das características mais marcantes do hirsutismo é a resposta lenta ao tratamento, devido, principalmente, ao ciclo de crescimento dos pelos. Os procedimentos cosméticos devem ser realizados juntamente com o tratamento hormonal. Este tem como função principal inibir ou diminuir o crescimento dos pelos. No entanto, é importante ressaltar que a terapêutica para o hirsutismo é individualizada, levando a causa do problema em consideração.

632574 O excesso de pelos afeta muitas mulheres podendo afetar a autoestima delas. Foto divulgação Hirsutismo: o que é, como tratarO excesso de pelos afeta muitas mulheres, podendo destruir a autoestima delas. (Foto: divulgação)

O hirsutismo é um problema que afeta, diretamente, a autoestima da mulher. São diversas as causas relacionadas ao problema, assim, diante dele, é imprescindível buscar a orientação de um especialista. Através da avaliação do profissional, ele poderá solicitar alguns exames que ajudam a diagnosticar a causa do hirsurtismo. Além disso, é a forma ideal de iniciar o tratamento adequado para a doença que está ocasionando o aparecimento dos pelos.

A categoria Saúde do portal Mundodastribos.com é um espaço informativo de divulgação e educação sobre os temas relacionados à saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento, sem antes consultar um profissional de saúde.

RECEBA OS ARTIGOS VIA EMAIL

Ao subscrever nossa newsletter, passar receber nossos artigos por email e informações sobre os nossos passatempos. É gratuito e sem spam.