Search

Coloração de cabelos para gestantes: mitos e verdades

Durante a gestação, muitas dúvidas podem surgir para as mulheres que costumam fazer uso de tintura capilar. Confira alguns mitos e verdades sobre o assunto.
Google plus

Muitas dúvidas podem surgir nas futuras mamães que costumam ter a madeixas tingidas. Algumas pessoas dizem que o uso de coloração para os cabelos é expressamente proibido, e ainda há quem afirme não ter problema algum nessa prática. Confira mitos e verdades sobre o assunto e esclareça algumas dúvidas.

Confira mitos e verdades sobre o hábitos de pintar os cabelos em gestantes

Os componentes químicos que são utilizados nos produtos para tratamento capilar são perigosos, durante a gestação.

Verdade. Os fabricantes costumam mudar frequentemente as formulações e muitas novidades, no mundo da química, são utilizadas para confecção dos produtos. O problema é que nem sempre a tintura tem seus efeitos avaliados em gestantes, portanto, até que se prove o contrário, todos os componentes químicos utilizados são considerados perigosos.

As substâncias químicas são absorvidas pelo couro cabeludo e podem provocar danos fetais.

Parcialmente verdade. Os pesquisadores acreditam que apenas uma pequena porção dos elementos utilizados nos produtos para tratamento capilar são efetivamente absorvidos pelo organismo da mulher, através de sua pele. Entretanto, essa quantidade ínfima não é considerada suficiente para provocar complicações ao feto.

A amônia coloca em risco a saúde do bebê

Tinturas de cabelo não são seguras durante a gravidez.

Mito. De acordo com uma pesquisa realizada pelo Colégio Americano de Obstetrícia e Ginecologia (ACOG), as colorações para os cabelos são provavelmente seguras para serem usadas durante a gestação. Isso se deve ao fato da quantidade possivelmente absorvida do corante ser muito pequena.

As mulheres podem usar tinturas capilares deliberadamente

Mito. É recomendado o uso cauteloso das tinturas, pois há a necessidade de mais estudos sobre o assunto. Justamente por isso alguns profissionais da área da saúde recomendam que as grávidas não usem corantes capilares permanentes durante os três primeiros meses gestacionais.

O grande problema das tinturas é a presença de amônia.

Verdade. Enquanto que a absorção de substâncias químicas pela pele é mínima, a inalação de alguns elementos voláteis, como a amônia, pode ser altamente prejudicial ao desenvolvimento do bebê. Geralmente os corantes capilares permanentes costumam ter amônia em sua composição, que possui uma forte química em sua fumaça, dissipada pelo ar. É indispensável o uso de produtos livres dessa substância, durante o período gestacional.

A escolha de produtos livres de amônia é fundamental

O importante é tomar as devidas precauções com a escolha do produto ideal e se certificar de realizar o procedimento em uma área bem ventilada. Não é recomendado deixar os produtos agindo por mais tempo que o necessário, além de ser indispensável uma boa lavagem dos fios após o processo. Basta seguir as recomendações e ficar com o visual impecável durante toda a gravidez.


Google plus


Compartilhe suas ideias! Deixe um comentário...

Antes de enviar um comentário, verifique seu conteúdo. Comentários que violem os Termos de Uso e Condições de Navegação do Portal mundo das Tribos e as leis em vigor poderão ser removidos pelo Portal Mundo das Tribos, sem prejuízo da adoção das medidas legais cabíveis pelo Portal.

Política de privacidade
Termos de uso e condições do site


Top