Menu

Notícias

Atualizado em 30 de março de 2012, às 9:58 por Marília F. Silva
Você está em: MundoDasTribos > Notícias > Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe 2012

A campanha terá início no próximo dia 5 e terminação no dia 25 de maio. O público alvo serão idosos, gestantes, crianças, indígenas e funcionários de saúde.
419782 Campanha nacional de vacinação contra a gripe 2012 Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe 2012O público alvo da campanha são idosos, gestantes, crianças entre seis meses a 2 anos, indígenas e funcionários de saúde.

A Sespa (Secretaria de Estado de Saúde Pública) está iniciando os preparos para a 14ª Campanha Nacional de Vacinação  conta a Gripe, a qual será feita entre os dias 5 e 25 de maio. Desde 2011, a campanha é dedicada aos idosos com mais de 60 anos, gestantes, crianças entre seis meses a 2 anos, indígenas e funcionários de saúde. A expectativa é vacinar pelo menos 80% de cada grupo.

De acordo com a coordenadora Estadual de Imunização da Secretaria, Jaíra Ataíde, a vacina é semelhante à do ano passado, trivalente, fabricada a partir de vírus isolados nos hemisférios Norte e Sul – vírus semelhante ao influenza A (H1N1). “Além da gripe sazonal, essa vacina também protege contra o vírus da gripe A (H1N1), que causou a pandemia mundial em 2009, matando 30 pessoas no Estado”, disse Jaíra Ataíde.

Este ano já foi verificado no Pará dois casos de gripe A em mulheres grávidas, as quais foram tratadas e se recuperaram. Ataíde disse esperar que não se repita a situação do ano passado, quando o grupo das gestantes foi o que menos participou da campanha.

Para o secretário do Estado de Saúde Pública, Helio Franco, a vacinação também é a melhor alternativa para prevenir as doenças imunopreveníveis, como a gripe, que não uma doença comum, como muitas pessoas acreditam. “As complicações da gripe podem levar à morte”, alertou Helio Franco.

Além da vacina, as pessoas devem sustentar os hábitos de higiene, proteger a boca e o nariz ao tossir e espirrar, lavar as mãos frequentemente e evitar multidões que, colaboram para a transmissão da doença.

Conteúdo avaliado com média:

RECEBA OS ARTIGOS VIA EMAIL

Ao subscrever nossa newsletter, passar receber nossos artigos por email e informações sobre os nossos passatempos. É gratuito e sem spam.