Diferença entre FIES e Educa Mais Brasil – Posso usar os dois juntos?

Tanto o FIES (Fundo de Financiamento Estudantil) como o Educa Mais Brasil são programas de inclusão estudantil para alunos de baixa renda ou com dificuldades financeiras em cursos de graduação universitária. A diferença entre os dois programas é que o Educa Mais Brasil concede bolsas de até 70%, enquanto que o FIES consiste num empréstimo, que deverá ser pago após a formação.

 

Saiba a diferença entre Fies e Educa Mais Brasil (Foto: Divulgação)

Diferença entre Educa Mais Brasil e FIES

Para entender melhor quais as diferenças e especificidades de cada programa confira abaixo um resumo de como cada um funciona e o que é permitido.

Fies – O que é e como funciona?

O Fies  foi criado pelo Ministério da Educação e tem como objetivo dar maiores oportunidades de estudo aos jovens que estão matriculados em cursos superiores em universidades particulares. O benefício consiste num empréstimo a longo prazo que permite que o candidato pague o valor das mensalidade após formado.

A taxa de juros é muito inferior a maior parte dos financiamentos bancários. De acordo com as regras atualizadas do programa, as taxas são de 6,5% ao ano, com prazo de carência de 18 meses – até três vezes maior do que as demais modalidades de crédito.

As regras para participação é possuir renda baixa (não é preciso fiador – saiba mais em FIES sem fiador) ou, para quem não consegue comprovar renda familiar baixa, possui um fiador que possa comprovar ganhos de até duas vezes mais do que o valor da mensalidade do estudante.

Com o Fies o aluno paga apenas o valor de R$50,00 a cada três meses durante todo o período do curso, após o término do curso o aluno ainda tem mais 18 meses pagando esse valor trimestral e só depois começa a pagar o valor do curso dividido em várias parcelas. Para se cadastrar confira a matéria sobre passo a passo para inscrição do FIES.

Posso juntar 50% de bolsa do Prouni com 50% do FIES?

Sim, é possível. Este tipo de modalidade não é necessária fiador, no entanto, a condição precisará ser informada no momento da inscrição para então partir para a avaliação do Banco, que pode ser a Caixa Econômica ou o Banco do Brasil.

 

Aposte no Educa Mais Brasil ou no Fies (Foto: Divulgação)

Quem pode participar do Fies

Pode participar do Fies o estudante que está matriculado em cursos presenciais de graduação, os cursos devem ter avaliação positiva no SINAES (Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior) e a instituição de ensino deve ser participante do programa, atendendo todas as exigências do Fies.

Além disso, o estudante deve ter feito a prova do Enem e obtido nota igual ou superior a 450 pontos, e não ter zerado na redação.

Não pode participar do Fies o aluno que:

  • Está com a matrícula trancada;
  • Já tenha sido beneficiado pelo Fies antes;
  • Seja inadimplente com o Programa de Crédito Educativo;
  • Possua uma renda familiar mensal bruta seja superior a 20 salários mínimos;
  • Renda bruta familiar de até 10 salários mínimos: Podem solicitar o financiamento de 100%
  • Renda bruta familiar de até 11 até 15 salários mínimos: Podem solicitar o financiamento de 75%
  • Renda bruta familiar de 16 a 20 salários mínimos: Podem solicitar o financiamento de 50%

Educa Mais Brasil – O que é e como funciona?

Educa Mais Brasil é um programa de bolsas de estudo do Instituto Educar, ele existe há mais de 11 anos e é ideal para quem deseja estudar, mas não possui condições de arcar com todos os custos. O  programa da até 70% de isenção de mensalidade, dependendo da modalidade de curso que o estudante pretende se inscrever.

Ao contrário do Fies, com o Educa Mais Brasil o estudante ganha bolsa de estudo, isso significa que ao concluir o curso o aluno ou o responsável não terá que reembolsar a instituição ou ao governo os valores investidos.

Quem pode participar?

Pode participar do Educa Mais Brasil o estudante que não possui condições de pagar o valor total do curso e que esteja há pelo menos seis anos sem estudar. As oportunidades são disponíveis para cursos de graduação, cursos de idiomas, cursos livres e quase todas as modalidades de licenciatura.

As inscrições ficam abertas durante todo o ano, para conferir os cursos e as instituições que participam é só acessar o site https://www.educamaisbrasil.com.br/. A inscrição é gratuita e o valor da bolsa pode chegar até a 70% dependendo da instituição, no caso dos cursos a distância o valor da bolsa pode chegar até 45%.

Neste caso, o estudante arca somente com 50% da mensalidade, assim como acontece com os estudantes que tem 50% de bolsa no Programa Universidade Para Todos. A diferença é que quem faz o Educa Mais Brasil não consegue financiar o valor da mensalidade para pagar depois de formado, os boletos devem ser pagos em dia,durante o curso.

Posso fazer FIES e Educa mais Brasil?

Não. O Educa mais Brasil não permite o acúmulo de benefícios. Portanto, quem se cadastrar no programa não poderá participar ao mesmo tempo do FIES ou qualquer outro programa social de inclusão universitária.

A única forma de conseguir unir os dois benefícios é em cursos diferentes. Ou seja, ao mesmo tempo que conseguiu o FIES para um curso de graduação, aprovou uma bolsa do Educa Mais Brasil para outra graduação.

 

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Reply