Prontuário digital unificado SP Prontuário digital unificado SP

Prontuário digital unificado SP

O prontuário médico é a soma de todas as informações sobre o paciente. Ele inclui folha de identificação, termo de responsabilidade, exames clínicos, prescrição…

Por Isabella Moretti em 14/09/2013

O prontuário médico é a soma de todas as informações sobre o paciente. Ele inclui folha de identificação, termo de responsabilidade, exames clínicos, prescrição médica, balanço hídrico, evolução, entre outros dados que são relevantes para o tratamento.

As unidades do SUS em São Paulo vão desfrutar de um prontuário digital unificado. (Foto:Divulgação)

O sistema dos hospitais não é integrado. Desta forma, se o paciente é atendido em uma unidade e depois se dirige para outra, os médicos que farão o atendimento não contam com uma rede de histórico do prontuário.

Por muito tempo o prontuário médico consistiu em uma papelada de difícil acesso, mas esta realidade está prestes a mudar com a digitalização do documento.

Projeto de prontuário digital em São Paulo

Em agosto deste ano, a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo lançou um modelo de prontuário digital unificado. O novo sistema promete facilitar a vida de médicos e pacientes, afinal, ele permite o acesso imediato ao histórico de atendimento em qualquer unidade do SUS em SP.

A nova tecnologia vai aposentar os papéis. (Foto:Divulgação)

O projeto de prontuário digital unificado foi batizado de S4SP. O seu desenvolvimento começou em 2012, em parceria com a Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo (Prodesp). O investimento do governo estadual foi de R$ 56 milhões.

A criação do prontuário digital foi o último grande anúncio do secretário Giovanni Guido Cerri, que foi substituído pelo infectologista David Uip.

Como funciona o prontuário digital?

O prontuário digital unificado vai funcionar como uma verdadeira nuvem, que consiste no armazenamento de informações em um espaço na internet. Apesar da integração do sistema, a Prodesp trabalhou duro para garantir a segurança dos dados de cerca de 20 milhões de pacientes do SUS no Estado.

O modelo de prontuário adotado em São Paulo é inspirado nos sistemas adotados no Canadá, na Inglaterra e na Austrália. O piloto do programa foi utilizado em alguns hospitais da capital paulista, como o Instituto do Coração. O próximo passo consiste em levar o serviço para outros lugares, incluindo cidades no interior e litoral do estado.

O prontuário digital promete facilitar a vida dos médicos na hora de obter informações sobre os pacientes. (Foto:Divulgação)

O prontuário eletrônico será instalado em todas as unidades do SUS em São Paulo, incluindo hospitais e laboratórios. Desta forma, não haverá vários sistemas informatizados incompatíveis e nem a precária admissão de pacientes em papel.

O novo prontuário criado para o SUS de SP terá um sistema de preenchimento padronizado. As informações poderão, então, ser acessadas com facilidade em qualquer unidade de saúde.

Cada paciente também terá acesso ao seu prontuário, mediante a um login e a uma senha. Através do serviço online ele poderá consultar, por exemplo, os resultados dos exames.

Top