Pelos encravados: como evitar o problema

O pelo encravado é um problema dermatológico que atinge uma grande parte da população, principalmente as mulheres que são as mais adeptas de métodos…

O pelo encravado é um problema dermatológico que atinge uma grande parte da população, principalmente as mulheres que são as mais adeptas de métodos depilatórios. A depilação é necessária, mas acaba influenciando ainda mais o problema. Quando uma pele tem tendência ao encravamento de pelos, dificilmente há uma solução ou tratamento. Confira algumas dicas de como evitar os pelos encravados.

Os pelos encravados não podem ser totalmente evitados, mas existem alguns métodos que ajudam na prevenção. (Foto: Divulgação)

Como evitar pelos encravados

O pelo encrava normalmente, pois o canal por onde ele precisa passar está obstruído e assim ele não tem força para crescer. Por esse motivo, a depilação é uma das causas do problema. Com a remoção do pelo pela raiz, o mesmo acaba ficando mais fraco com o passar do tempo e assim acaba encravando. Roupas apertadas também favorecem ainda mais o problema, obstruindo a saída do pelo.

Infelizmente não é possível evitar o pelo encravado, também conhecido como foliculite. Mas alguns procedimentos podem amenizar o problema. A esfoliação da pele é um deles. Esfoliantes abrasivos e bucha vegetal removem as células mortas e deixam a pele mais fina, facilitando a saída do pelo. Essa esfoliação pode ser feita diariamente na região onde há incidência de pelos ou depilação. Depois de uma depilação com cera quente, o ideal é esperar no mínimo 24 horas para a realização da esfoliação, pois a pele está delicada. Os movimentos devem ser leves nesse caso.

A depilação a laser é uma das mais indicadas para quem sofre com pelos encravados. (Foto: Divulgação)

A depilação a laser é uma das melhores soluções para evitar pelos encravados. Como é um procedimento que destrói a raiz do pelo, ele não volta a crescer e, quando volta, demora um maior espaço de tempo. Quanto menos pelo, menos encravamento. No corpo masculino, a maior probabilidade de inflamação é na barba. A depilação a laser pode ser feita também nessa região.

Leia Também:  Dicas para evitar pelos encravados

Tratamentos para pelos encravados

Como já foi dito, infelizmente não há como evitar 100% o aparecimento de pelos encravados, da mesma forma que não há um tratamento totalmente eficaz. A esfoliação ajuda a amenizar o problema e uréia, ácido salicílico, peróxido de benzoíla e ácido retinóico estão entre os princípios ativos que ajudam a desencravar. Precisam ser receitados por um dermatologista e usados com frequência.

A esfoliação corporal é um dos métodos que ajudam na prevenção e amenização dos pelos encravados. (Foto: Divulgação)

O melhor tratamento para pelo encravado é a prevenção. Evite roupas coladas demais o tempo todo; faça esfoliações diárias ou com intervalo de um dia; dê preferencia para métodos depilatórios que não enfraqueçam tanto o pelo ou então que matem a raiz definitivamente e assim por diante.

Leia também:

Depilação de acordo com o tipo de pele

Pelos encravados na barba: como evitar

 

 

 

 

Top