Pele áspera: cuidados, como tratar

Seja no inverno ou no verão, algumas regiões do corpo ganham um ressecamento a mais, por ser comum dessa própria região. Podemos citar, por…

Por Editorial MDT em 15/02/2012

Seja no inverno ou no verão, algumas regiões do corpo ganham um ressecamento a mais, por ser comum dessa própria região. Podemos citar, por exemplo, cotovelos e joelhos. No inverno, o contato excessivo com a água quente, acaba trazendo esse ressecamento para a pele. Essas regiões sofrem mais, devido às condições naturais do organismo. Pode não parecer importante ou algo apenas estético, mas o ressecamento da pele pode trazer rachaduras, o que pode implicar em infecções sérias.

A pele fica áspera, incômoda. No verão são diferentes fatores que ocasionam o problema, como a exposição ao sol, mar, piscina, vento seco e assim por diante. Além disso, é preciso ter cuidados diários, como hidratação e esfoliação. Os cuidados definem se a pele vai ser ressecada e áspera ou não. Esses procedimentos são essenciais e precisam ser feitos constantemente.

Cuidados e tratamentos para pele áspera

Entre os cuidados, a hidratação é o ponto chave. Se a pele já estiver bastante áspera, cuidado com o produto escolhido. Quando mais áspera, mais chances há de rachaduras. Essas rachaduras ligam o ambiente externo com as camadas mais profundas da pele. Dependendo do produto usado, os componentes podem penetrar por essas rachaduras e complicar ainda mais a situação.

Faça hidratações diárias

Uma dica é usar a “ureia”, um produto mais natural e básico para hidratar a pele. O ingrediente pode ser misturado à demais produtos dependendo da necessidade de sua pele. O produto pode ser passado de duas a três vezes ao dia nos cotovelos e joelhos. Para a exposição ao sol, não se esqueça do filtro solar, indispensável em todas as ocasiões hoje em dia, mesmo em dias mais nublados.

Os cuidados para pele áspera são simples e começam em casa. Evite o excesso de água quente e nunca se esqueça da hidratação. Outro procedimento básico e que pode ser realizado em casa é a esfoliação. Com a esfoliação é possível remover a pele morta concentrada na região, dando espaço para o surgimento de uma nova pele, mais jovem e macia. Logo após a esfoliação, abuse dos hidratantes.

Os tratamentos para pele áspera já devem ser acompanhados por um dermatologista ou especialista no assunto, chega em um ponto que a pele precisa de tratamentos clínicos e mais intensos. Não deixe de dar atenção para essas regiões, pois o ressecamento em grande escala pode trazer sérias infecções e complicações para sua pele. Evite a pele áspera e mantenha uma pele saudável e linda em todas as estações.

Top