Peixes para aquário pequeno: dicas

Montar um ambiente para os peixes é algo que vai muito além da questão estética, uma vez que, apesar do design especial que eles…

Montar um ambiente para os peixes é algo que vai muito além da questão estética, uma vez que, apesar do design especial que eles oferecem a um ambiente, se torna primordial tomar conhecimento sobre quais são os cuidados ao ter um aquário em casa, a fim de assegurar uma vida longa e saudável para os seus novos amiguinhos. Porém, para quem não dispõe de muito espaço e deseja mesmo assim investir neste recurso, veja a seguir quais são os melhores peixes para aquários pequenos:

Veja a seguir alguns peixes que possuem grande adaptabilidade para os ambientes pequenos (Foto: Divulgação)

Espécies para aquários pequenos

Sem dúvidas a melhor espécie de peixe para aquários pequenos, que também lidera o ranking das espécies de peixes mais dóceis de estimação, não poderia ser outra se não o peixe beta, que possui várias cores e fácil adaptabilidade ao seu ambiente. Em seguida vem o famoso Platy, espécie adorada entre muitos aquariofilistas, pois além de sociáveis, eles apresentam diversas tonalidades de cores e se tornam ainda mais atraentes quando estão em cardume.

O peixe espada é um parente próximo ao Platy, sendo ideal para aquários comunitários, isto é, onde há a presença de várias espécies. Porém, este peixe se reproduz com facilidade, de forma que é preciso selecionar bem o sexo destes animais e inclusive, dos próprios Platys, com quem estes peixes também podem procriar.

O peixe beta é o favorito entre os aquariofilistas para aquários pequenos (Foto: Divulgação)

Outros tipos como Guppy, Acará Disco e Bandeira, Paulistinha, Colisa, Tetra Negro, Beijador, Rodostomos e o famoso Neon, favorito entre as crianças, também fazem parte da relação dos peixes pequenos para aquários.

Leia Também:  Como esconder uma ereção indesejada

Cuidados especiais com os peixes

Ao adquirir um aquário, o primeiro passo é dispor de um tamanho razoável deste ambiente, para que o peixe possa nadar e desempenhar suas atividades. Isto é, esqueça a ideia daqueles modelos circulares que possuem o tamanho máximo uma panela e opte por espaços onde seja possível inserir casinhas e itens que mais concedam uma vida natural ao peixe.

Conceda um ambiente que mais se assimile com o natural para o seu peixe (Foto: Divulgação)

Para limpar o seu aquário de uma forma correta, outro ponto importante é controlar o PH da água através de cascalhos ou produtos próprios com essa finalidade, visto que a água pode ser mais ou menos alcalina conforme a sua fonte de origem, de forma que os peixes podem facilmente sofrer um choque de adaptação, impactando de imediato com sua saúde. Por fim, informe-se bem sobre a espécie a ser adquirida e forneça a alimentação necessária seguindo à risca as orientações, a fim de não superalimentar o seu amiguinho e aprecie a beleza que os aquários pequenos poderão oferecer à sua residência.

Top