Os filmes brasileiros que estão no Festival de Cannes

A 65ª edição do Festival de Cannes, que será realizada de 16 a 27 de maio, terá alguns representantes brasileiros disputando os prêmios. Apesar…

Walter Salles é um representante brasileiro no festival.

A 65ª edição do Festival de Cannes, que será realizada de 16 a 27 de maio, terá alguns representantes brasileiros disputando os prêmios. Apesar de não ter longas-metragens nacionais na disputa, o concurso conta com a presença de alguns curtas competindo pela preferência dos jurados.

O Festival de Cannes acontece todos os anos no sul da França com o objetivo de premiar as principais produções do cinema mundial. O evento sempre atrai muitas celebridades, incluindo diretores e atores reconhecidos internacionalmente. O Cannes também se apresenta como um meio de revelar novos talentos do universo cinematográfico.

Neste ano de 2012, o festival é responsável por apresentar um momento fértil do cinema brasileiro. O evento está contando com a participação de três curtas-metragens, um documentário, duas co-produções e três clássicos na mostra. Também há um diretor brasileiro disputando as premiações.

O crescimento do cinema nacional na última década fica claro ao analisar os valores de bilheteria. Em 2010, os filmes “Tropa de Elite 2” e “Nosso Lar” foram considerados os maiores sucessos do ano, ajudado a arrecadar 222 milhões de reais. Agora, o Brasil busca visibilidade internacional com suas produções selecionadas oficialmente para disputar os prêmios do Festival de Cannes 2012.

Veja também: Festival de Cannes 2011

O Brasil no Festival de Cannes 2012

Filme dirigido pelo brasileiro Walter Salles.

Na Estrada
Este longa não foi produzido no Brasil, mas conta com a direção do brasileiro Walter Salles. O filme é estrelado por Kristen Stewart, Sam Riley e Garrett Hedlund, sendo uma adaptação do livro de Jack Kerouac. Disputando com produções norte-americanas, “Na Estrada” é um dos longas-metragens mais bem cotados para faturar a Palma de Ouro.

Continuar Lendo  Filme de terror "A Mulher de Preto" terá sequência

La Playa
O filme é resultado de uma parceria entre França, Colômbia e Brasil. Ele ganhará espaço na mostra do festival, apresentando a história de afrodescendentes colombianos que precisam enfrentar uma sociedade racista.

A Música Segundo Tom Jobim
O documentário brasileiro, dirigido por Nelson Pereira Dos Santos, será homenageado no próximo dia 22. A produção não usa falas ou entrevista, ela tenta passar a sua mensagem apenas através das músicas de Tom Jobim, interpretadas nas vozes de grandes artistas.

Infância Clandestina
A co-produção, dirigida por Benjamin Ávila, é uma parceria entre Brasil, Espanha e Argentina. Trata-se de uma comédia dramática que conta a história de um menino de 12 anos que vive na clandestinidade.

Os Mortos-Vivos
A história do curta-metragem fala sobre João, que espera por Bia na frente do banheiro feminino, mas ela desaparece misteriosamente. Dirigido pela carioca Anita Rocha da Silveira, a produção está contada para a Quinzena.

Cena do curta-metragem 'O Duplo'

O Duplo
Este curta-metragem, produzido pela brasileira Juliana Rojas, conta a história de uma professora, que precisa lidar com o fato de existir uma pessoa idêntica a ela do outro lado da rua e que chama atenção dos seus alunos.

Porcos Raivosos
O curta-metragem de Leonardo Sette e Isabel Penoni tem apenas 10 minutos de duração, mas consegue retratar um acontecimento do Parque Nacional do Xingu. A produção mostra a reação das índias ao descobrir que seus maridos se transformaram em porcos.

Top