Mulheres escolhem trair durante o horário de almoço, diz site especializado

Após uma análise com 2.200 brasileiras as quais se registraram no Ohhtel.com, site especializado em agenciar encontro de amantes, foi constatado que as mulheres…

(Imagem: Foto divulgação)

Após uma análise com 2.200 brasileiras as quais se registraram no Ohhtel.com, site especializado em agenciar encontro de amantes, foi constatado que as mulheres preferem trair seus companheiros durante o expediente no horário do almoço.

A mesma análise mostrou que os homens preferem o final do dia para seus encontros secretos. Segundo o estudo, o horário foi escolhido por quase 50% dos homens, enquanto cerca de 40% das mulheres optam por deixar a refeição de lado para realizar o adultério.

 “Os homens são mais propensos a trabalhar até tarde. Já as mulheres são mais cuidadosas”, explicou, Lais Ranna, 31 anos, vice-presidente de operações do Ohhtel para o Brasil.

Segundo a executiva, essa oposição de horário se dá porque as mulheres registradas no site não descreveram na análise se trairão com outros registrados no Ohhtel ou com colegas do ambiente de trabalho. Desse modo, vale desconfiar daquela casada que diz fazer academia no horário de almoço e volta com o cabelo molhado.

 “Essa pesquisa vai fazer o nosso site passar por uma reformulação. Como nós descobrimos essa diferença na disponibilidade de horários, daqui duas semanas vamos lançar um site com essas novas ferramentas, que mostram que não é só a localização que importa, mas também o dia e horário que a pessoa está disposta a trair”, afirma Lais.

Além das ferramentas para saber o horário para praticar o ato, o site modificará a forma de pagamento. Hoje em dia, somente homens que contratam o serviço de troca de mensagens com as mulheres pagam R$ 60 por 6 meses e elegem 20 delas para tentar uma investida.

Com o novo formato, as mulheres continuarão isentas de tributos e será estabelecida uma mensalidade para os homens.

Leia Também:  Maquiagem borrada, como corrigir

Top