Mitos e verdades sobre corrimento

O corrimento vaginal é um dos motivos que fazem as mulheres buscarem atendimento médico. Ele é uma preocupação constante entre elas e pode afetar…

O corrimento vaginal é um dos motivos que fazem as mulheres buscarem atendimento médico. Ele é uma preocupação constante entre elas e pode afetar todas as idades. No entanto, nem sempre seu aparecimento é sinal de que há algo de errado com o organismo da mulher. Conheça alguns mitos e verdades sobre o corrimento.

A dor, associada a presença de corrimento vaginal, pode dar indícios de alguma doença infecciosa. (Foto: divulgação)

Mitos e verdades sobre o corrimento

Apesar do corrimento vaginal ser algo muito comum entre as mulheres, existem diversas duvidas a respeito do problema. Por isso, separamos algumas informações que irão ajudar a compreenderem melhor sobre o corrimento vaginal.

  • O corrimento vaginal é sinal de doença ginecológica

Mito – o corrimento vaginal é o nome dado a todo o líquido que sai da vagina. No entanto, nem sempre ele é sinal de alguma doença. Quando o corrimento é claro e inodoro, é fisiológico, normal do corpo da mulher e costuma aparecer quando ela está no período fértil.

  • Alguns medicamentos podem ocasionar o corrimento vaginal

Verdade – o uso de anticoncepcionais, adesivos ou anel vaginal, podem favorecer o desenvolvimento da secreção vaginal. Em especial quando a mulher estiver no período menstrual.

  • Todo o corrimento vaginal precisa de tratamento especializado

Mito – como foi anteriormente mencionado, o corrimento vaginal pode ser algo normal da mulher. No entanto, diante de alguns sinais e sintomas associados, é importante que ela busque a orientação de um especialista. Entre eles podemos citar coceira vaginal, vermelhidão local, ardor, dor, inchaço da pele vulvar, corrimento amarelado, mau cheiro, dor durante a micção ou durante o coito.

Conheça alguns mitos e verdades sobre o corrimento vaginal. (Foto: divulgação)

  • O corrimento pode ser manifestado por diversos problemas.
Leia Também:  Corrimento vaginal: quando se preocupar

Verdade – são diversas as causas do corrimento vaginal. Entre eles podemos citar infecção vaginal, reação do organismo a algum corpo estranho (exemplos – preservativo e tampão ginecológico) e alterações hormonais.

  • O corrimento pode ser caracterizado apenas através dos sinais e sintomas apresentados

Mito – na verdade, as manifestações associadas ao corrimento podem sugerir se ele é fisiológico ou patológico. Porém, apenas através de um exame complementar é possível ter certeza da origem do problema. Dessa forma, diante dessa queixa, é imprescindível que a mulher busque a orientação de um especialista.

O corrimento vaginal é uma das queixas mais frequentes entre as mulheres. (Foto: divulgação)

O corrimento vaginal é um problema muito comum entre as mulheres. No entanto, nem sempre ele é resultado de alguma doença. Por isso, diante dessa queixa, é importante que a mulher busque a orientação de um especialista, de modo a realizar o diagnóstico o quanto antes e iniciar o tratamento do corrimento vaginal.

Top