Ministros de Dilma Roussef que cairam durante o primeiro ano de governo

Em seu primeiro ano como presidente da República, o governo de Dilma Roussef derrubou alguns ministros, e apenas um deles não está envolvido em…

Por Redacao em 31/12/2011

Em seu primeiro ano como presidente da República, o governo de Dilma Roussef derrubou alguns ministros, e apenas um deles não está envolvido em problemas relacionados à corrupção. E para relembrar quais foram os ministros que deixaram os seus cargos, ou foram demitidos em 2011, acompanhe a lista.

 

Antonio Palocci
O primeiro ministro a deixar o cargo, é reincidente no assunto, pois no ano de 2006, também foi obrigado a deixar o cargo por seu envolvimento no caso do caseiro Francenildo, ainda durante o governo de Luis Inácio Lula da Silva. Neste ano, o ministro deixou o cargo em junho, quando o jornal Folha de São Paulo denunciou o aumento de seu patrimônio em 20 vezes, dos anos de 2006 até 2010.

 

Alfredo Nascimento
A saída do ministro aconteceu em 6 de julho, e foi através de uma denúncia da revista Veja que o caso começou a ser investigado. Esta denúncia foi sobre um esquema de cobrança de propina na pasta, ocasionando na saída do ministro.

 

Nelson Jobim
Sem papas na língua, Nelson Jobim deixou o ministério da defesa devido as suas declarações polêmicas que acabaram irritando a presidente Dilma. Entre as declarações, está o fato de o ministro ter dito que votou em José Serra nas eleições de 2010. Nelson Jobim foi o único ministro a deixar o cargo por motivos diferentes de corrupção e denúncias.

 

Wagner Rossi
Após denúncias sobre o pagamento de propinas e corrupção, Rossi ainda foi acusado de ter viajado em jatinho de determinada empresa que de alguma maneira era ‘favorecida’ pelo ministério.

 

Pedro Novais
Inúmeras denúncias envolvendo o nome de Pedro Novais fizeram com que ele abandonasse o cargo. O ministro foi acusado de usar dinheiro público para pagar despesas pessoais, além de pedir ressarcimento de um dinheiro supostamente usado em um Motel.

 

Orlando Silva
O  ex-ministro dos esportes sofreu diversas denúncias de corrupção como fraudes em convênios, entre outras suspeitas envolvendo o programa Segundo Tempo, além de cobrança de propina, e envolvimento com desvio de dinheiro. Devido a diversas denúncias Orlando Silva perdeu o cargo em Agosto.

 

Carlos Lupi
Carlos Lupi não conseguiu justificar casos de envolvimento de cobrança de propina na pasta. A presidente Dilma não estava no Brasil, e disse que resolveria o destino do até então ministro quando retornasse,  entretanto, Lupi se antecipou a decisão da presidente Dilma e pediu demissão no dia 4 de dezembro.

Top