Menopausa precoce – o que fazer

Menopausa precoce com origem conhecida A menopausa precoce é o fim das funções reprodutivas, porém com origem conhecida. Umas das causas desse problema são…

A menopausa precoce pode causar muita preocupação. Tire suas dúvidas com o médico

Menopausa precoce com origem conhecida

A menopausa precoce é o fim das funções reprodutivas, porém com origem conhecida. Umas das causas desse problema são alguns tipos de cânceres que necessitam, como tratamento, submeter a mulher a quimioterapia, radioterapia ou retirada dos ovários. Esses procedimentos danificam os ovários acabando com a fecundidade feminina.  A remoção cirúrgica do órgão é a segunda causa de menopausa prematura.

Tanto a menopausa causada pela remoção cirúrgica dos ovários, quanto a que resulta de tratamentos contra o câncer, produzem sintomas intensos de ondas de calor, suor, tonturas bem como secura vaginal e demais desconfortos que caracterizam a menopausa propriamente, porque a queda na produção hormonal é muito brusca.

Menopausa precoce sem origem conhecida

Quando a menopausa ocorre antes dos 40 anos sem causa aparente, os médicos preferem identificar o processo como falência ovariana prematura ou FOP. Os desconfortos da transição, nestes casos, ocorrem mais gradualmente, como na menopausa natural. Conforme o tempo, os ciclos menstruais vão se tornando mais irregulares e os sintomas começam de forma branda.

A falência ovariana prematura pode ocorrer devido a diversos fatores, desde causas genéticas a doença auto-imunes como a artrite reumatoide, o lúpus eritematoso sistêmico e o diabetes.

A doença auto-imune leva o organismo a desenvolver anticorpos que, por sua vez, podem afetar o sistema reprodutivo e interferir na produção e regulação hormonal. Estudos realizados nos Estados Unidos demonstraram que cerca de dois terços das mulheres que apresentam falência dos órgãos reprodutivos sofrem de alguma doença auto-imune.

Sinais e sintomas

Os sinais e sintomas da menopausa precoce são muito parecidos com os da menopausa natural.

  • Ciclo menstrual irregular;
  • Infertilidade;
  • Calor;
  • Calafrio;
  • Suor excessivo;
  • Secura vaginal;
  • Incontinência urinária;
  • Insônia e outros distúrbios do sono;
  • Palpitações cardíacas;
  • Ganho de peso sem esforço;
  • Dores de cabeça constantes;
  • Inchaço dos seios e do corpo;
  • Náuseas e distúrbios gastrointestinais;
  • Dores musculares;
  • Dores nas articulações;
  • Queda de cabelo sem outros motivos.

O calor excessivo é um sintoma tanto da menopausa natural quanto precoce.

Tratamentos

Após o diagnóstico de Falência ovariana prematura (FOP), que é feito através de ultrassonografia e dosagem de hormônios, os médicos normalmente receitam uma terapia hormonal para atenuar os sinais e sintomas.

Leia Também:  Dicas para fazer o esmalte durar no verão

O TRH é normalmente imprescindível nos casos de menopausa de origem cirúrgica ou provocada por quimioterapia.

Medicamentos fitoterápicos também são ótimas opções para diminuir os sintomas. Nesses casos podem ser usados suplementos de soja, que aliviam o desconforto.

Seja qual for a origem da menopausa, ela é uma consequência da idade. Todas as mulheres terão de passar por esse momento, sendo muitas vezes necessário um acompanhamento psicológico. Fazer acompanhamento medico rotineiro ajuda a detectar o problema o quanto antes, podendo tratar e diminuir os sintomas.

Top