Melhores Tratamentos Para Dor de Coluna

Pesquisas revelam que a dor na coluna é a principal queixa das pessoas e que 90% dos adultos já tiveram este problema pelo menos uma vez. Essa doença já está até sendo considerada o “mal do século”. Mas o que pode estar causando toda esta dor nas costas? Os chamados “vícios da modernidade” como sedentarismo, má postura, estresse e obesidade tem contribuído muito, mas, outros fatores como envelhecimento, levantamento de peso e distúrbios hereditários também tem sua parcela de culpa.

Existem diversos tratamentos indicados para combater esta moléstia. A fisioterapia é um dos mais utilizados, principalmente nos casos de lombalgias agudas, acelerando a recuperação e o retorno do paciente às atividades normais. Já nas dores crônicas, tem a função tanto no controle da dor como na adequação da atividade física.

Outra sugestão é a acupuntura que era vista, antigamente, como algo exótico e misterioso. Mas, ganhou reconhecimento cientifico nas últimas décadas pela medicina ocidental. A colocação das agulhas nos pontos certos faz com que o organismo produza e libere algumas substancias que controlam a dor.

Já o Pilates tonifica os músculos, realinha a postura e faz um alongamento corporal, integrando o corpo e a mente. Sua principal função, junto com acessórios e equipamentos é auxiliar no movimento e facilitar de forma assistida.

O método RPG – Reeducação Postural Global cuida das desarmonias do corpo e leva em conta as necessidades de cada paciente. Também é um método terapêutico e busca atender não somente quem esteja com dor, mas também quem busca um equilíbrio e harmonia com o corpo.

Alongamentos e controle respiratório, combinados com trabalho muscular de contração isométrica é o que faz o Iso-Stretching. Ele age diretamente no tratamento e prevenção das doenças crônicas da coluna e no ganho de uma boa forma física.

Já a quiropraxia ou manipulação vertebral, visa aliviar a dor e melhorar a postura pelo manuseio das vértebras. Ela é muito difundida nos Estados Unidos e tem se mostrado útil na aceleração da melhora dos quadros agudos e no tratamento das crises dos quadros crônicos.

Mas há também a opção de medicamentos. A escolha de qual ou quais são mais adequadas depende do tipo de dor, da intensidade dos sintomas, dos efeitos colaterais, e das limitações ou contra-indicações de cada paciente. Há também o tratamento com injeções epidurais, que são aplicadas em torno do canal espinhal e tem mostrado bons resultados nos casos de origem inflamatória. Mas, a desvantagem é que seu efeito não é duradouro e, por isso, é preciso realizar diversas sessões.

Nos últimos 50 anos a medicina moderna tem testado várias terapias intradiscais, que tem como objetivo reduzir a pressão no interior do disco intervertebral. Eles são poucos invasivos e trazem uma boa evolução, por conta do avanço cientifico e tecnológico quanto aos equipamentos de uso médico. Estas cirurgias são realizadas por duas vias: vídeo-endoscópicas e técnicas percutâneas como a discentomia a laser, a anuloplastia eletrotermica intradiscal (IDET) e a nucleoplastia, que são realizadas a nível ambulatorial. Mas, lembre-se: as cirurgias só são indicadas para os casos mais graves.

É preciso ficar atento que o tratamento muda de caso para caso. Para saber qual é o melhor, o indicado é consultar-se com um médico especializado que irá diagnosticar a condição do paciente e avaliar qual é a melhor opção de procedimento.

Saiba mais sobre como tratar com:

Fisioterapia, RPG, Pilates

www.fisionet.com.br

Acupuntura

www.acupuntura.pro.br

Iso-Stretching

www.isostretching.net

Quiropraxia

www.quiropraxia.org.br

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Reply