Médico deixa pedaço de garrafa no rosto de sueco

Erros médico não são assim tão fora do comum quanto gostaríamos, mas alguns nos surpreendem mais. Imagine só que um sueco de 23 anos…

Erros médico não são assim tão fora do comum quanto gostaríamos, mas alguns nos surpreendem mais. Imagine só que um sueco de 23 anos de idades ficou com um pedaço de garrafa alojado em seu rosto por 17 dias. Isso aconteceu depois que um médico que o atendeu não percebe o objeto na face do rapaz e fechou o ferimento com a garrafa alojada no rosto do homem.

Patrik com garrafa no rosto antes de detectar que tinha um problema em sua face (Foto: Divulgação)

Entenda como uma garrafa foi parar no rosto do sueco

O acidente que deixou o rapaz por 17 dias com uma garrafa cravada no rosto aconteceu quando Patrik Moberg estava em um cruzeiro com os amigos. De repente um homem, aparentemente embriagado, começou uma briga sem nenhum motivo com ele e acabou quebrando uma garrafa em sua face, de acordo com informações divulgadas pelo jornal britânico “Metro”.

Médico acreditava que garrafa na verdade era sangue coagulado

Moberg acabou sendo atendido, e o médico do navio declarou que uma parte rígida da bochecha do jovem era somente “sangue coagulado”. A decisão do médico foi fechar a ferida com o suposto sangue coagulado com pontos. No entanto, no lugar do ‘sangue’ o sueco tinha um pedaço da parte inferior de uma garrafa de vidro, que ainda estava presa ao rosto do jovem.

Rapaz com garrafa no rosto (Foto: Divulgação)

Jovem demorou 17 dias para ver erro médico e solicitar remoção da garrafa do rosto

Patrik não apresentava nenhum tipo de melhorar, e por isso, o jovem começou a desconfiar de havia algo errado com o ferimento, que estava coberto por um curativo. “Pensei que ele poderia ter esquecido parte da garrafa, mas não acreditei que pudesse não ver algo tão grande dentro da minha bochecha”, afirmou.

Continuar Lendo  Os padrões de beleza mais curiosos pelo mundo

Depois de passar 17 dias quase sem melhorar ele resolveu verificar o rosto e viu a garrafa em sua face. Depois de constatar o erro, Moberg necessitou passar por uma nova consulta e o erro foi reparado com a remoção da garrafa do seu rosto.

Top