Marco Luque diz que punição de Rafinha Bastos foi exagerada

O integrante da bancada do “Custe o Que Custar”, Marco Luque, compareceu a 11º edição do Prêmio Escola Voluntária, na noite da última quarta-feira…

O integrante da bancada do “Custe o Que Custar”, Marco Luque, compareceu a 11º edição do Prêmio Escola Voluntária, na noite da última quarta-feira (16), e comentou sobre a saída de Rafinha Bastos da atração.

Quando o humorista foi questionando sobre seu relacionamento com Rafinha Bastos, o assunto se tornou sério e Marco explicou que ele apenas criticou a piada e não quis crucificar Rafinha. Segundo Luque, Rafinha entendeu seu posicionamento e a amizade continua.

Ele super me entendeu que eu critiquei a piada dele que foi uma crítica específica sobre a piada”, disse. “Somos amigos e eu adoro ele. Sempre fui um grande admirador do trabalho dele, de seu estilo mais ácido”, explicou Marco Luque.

Luque ainda disse que Rafinha faz falta na bancada do “CQC”, e que a situação foi mal interpretada por muita gente, pois se tornou uma grande polêmica, quando não precisava ser. “Com certeza o estilo dele e ele farão falta na bancada. A gente tinha um equilíbrio e uma química muito legal. Infelizmente acho um grande exagero de todo mundo, de mim, dele, da Band, do lado de lá. É um grande exagero desnecessário”, comentou.

Rafinha foi punido pela direção do programa, ao fazer uma piada com a cantora Wanessa Camargo, onde disse que “comeria ela e o bebê”, e além de ficar suspenso da atração, ainda está sendo processado pela cantora e seu marido.

Top